Escreva para pesquisar

10 facilidades que o código 2D pode trazer para os negócios

O código 2D, também conhecido como código bidimensional, caiu na graça dos consumidores e também dos negócios.

Afinal, com ele, é possível conhecer dados sobre os produtos em apenas um bipe, trazendo benefícios para a indústria, o varejo e os consumidores.

Para saber mais sobre esta solução, o Portal de Notícias da GS1 Brasil preparou uma lista com as 10 maiores vantagens dos códigos 2D. Acompanhe a seguir.

1. Informações ao consumidor

Por meio do código 2D, os produtos oferecem muito mais informações, que poderão ser automaticamente inseridas no sistema de gestão, aumentando a produtividade das empresas. O código 2D pode incluir uma URL com vídeos, receitas possíveis com aquele item, incentivos para fidelização, downloads relacionados ao produto ou à marca, entre outras informações

2. Controle do estoque no varejo

O código bidimensional facilita o controle de estoque, garantindo segurança na hora da compra, trazendo agilidade de leitura e também a prevenção de perdas.

3. Benefícios para a indústria

Com o código 2D há maior controle de lotes e rastreabilidade, aumentando a segurança dos produtos. É uma oportunidade, ainda, de desenvolvimento de embalagens mais inteligentes.

4. Oportunidades com geração de dados

O código bidimensional permite melhorias nas estratégias de marketing. A experiência dos clientes com as marcas pode ser completa, gerando mais identificação e fidelização.

5. Facilidade no acesso de informações

Ao escanear o código 2D, o consumidor é direcionado ao produto de forma inteligente na nuvem e, com isso, acessa, com agilidade e facilidade, a uma variedade de conteúdos e serviços.

6. Evitar desperdícios no varejo

Considerando que um produto está perto da data de validade, por exemplo, o varejista terá acesso a essa informação com mais rapidez e poderá pensar em estratégias para não perder esse alimento, como criar uma promoção ou usá-lo para produzir uma receita. Uma fruta pode se tornar um suco e uma hortaliça pode virar uma salada picada, pronta para o consumo.

7. Mais segurança no consumo

Para alérgicos ou consumidores pertencentes a grupos que seguem tradições religiosas ou estilo de vida alimentar, como kosher ou veganos, por exemplo, poderão acessar dados importantes a partir deste padrão. Isso dará mais segurança e confiança na hora da compra.

8. Embalagem estendida

Para a indústria, o código 2D funciona como uma embalagem estendida, possibilitando a inserção de dados adicionais e variáveis, ações de prevenção de perdas, recall, logística reversa, economia circular, sustentabilidade, campanhas promocionais e muito mais.

9. Segurança para o setor da saúde

O GS1 DataMatrix, uma variação do código bidimensional, vem sendo usado para rastrear lotes de produção e outras informações de interesse dos envolvidos na cadeia daquele produto. Aliás, é um padrão em conformidade regulatória para identificar itens do setor da saúde, como medicamentos e equipamentos médicos, podendo levar as informações obrigatórias do UDI (Unique Device Identification).

10. Garantia de interoperabilidade

Em se tratando de códigos 2D, as informações circulam entre indústrias e varejistas e outras empresas da cadeia produtiva. Portanto, este padrão garante a interoperabilidade eficaz entre todos os envolvidos, permitindo que os dados sejam compartilhados de forma otimizada e segura.

Fotos: iStock

Leia também

Código 2D obtém sucesso e é reconhecido na China

Tags