Escreva para pesquisar

3 benefícios da transformação digital no setor de varejo

Se ainda havia alguma dúvida sobre a necessidade da transformação digital no varejo, ela foi eliminada pela pandemia. Esse período fez com que os consumidores digitalizassem seus hábitos de consumo e levou os varejistas a transformarem digitalmente seus negócios.

Nos Estados Unidos, por exemplo, 85% dos consumidores disseram que a pandemia afetou seus hábitos de compra, em especial o método usado, segundo uma pesquisa do Statista.

A mudança rápida para o comércio digital estabeleceu um padrão alto para muitos varejistas, pois a necessidade de uma experiência cada vez mais personalizada se tornou real. Contudo, muitas marcas tinham sistemas digitais legados e essas empresas tiveram que se adaptar rapidamente para sobreviver.

Muitas empresas ainda estão vivendo o processo de integração de sistemas legados, que limitam uma experiência omnichannel e diminuem as possibilidades dos compradores acessarem produtos ou serviços em seus canais favoritos – site, aplicativo, chatbot ou loja física.

Pensando nisso, Vitor Sousa, CTO LATAM e Co-founder da Digibee, reuniu três benefícios da transformação digital no varejo. Confira:

1. Transformação digital permite dados dos clientes conectados

Para realizar vendas e impactar o consumidor da forma mais eficaz, é essencial ter uma estratégia omnichannel que conecte os dados dos clientes. São diversas ferramentas que podem facilitar a vida dos varejistas com essa frente de integração, como o gerenciamento de pedidos, o planejamento de recursos empresariais, análise de pontos de venda, a gestão de relacionamento com clientes e o uso de plataformas de comércio eletrônico.

Em parte das configurações de arquiteturas legadas, a única maneira de visualizar os dados de todos esses sistemas de uma só vez é baixá-los de cada fonte separadamente e combiná-los manualmente. Esse é um processo ineficiente que atrapalha o suporte à venda em vários canais.

O investimento numa integração moderna permite que os dados fluam eficientemente entre os sistemas e assim, permitem que o varejista tenha insights sobre os comportamentos e interesses do consumidor, para que possa oferecer experiências personalizadas da maneira que os compradores escolherem para interagir com você.

2. Supervisão de pedidos e inventário

transformação digital varejo

Outro benefício da transformação digital no varejo é a capacidade de conectar e equalizar pedidos em vários canais com uma visão integrada, independentemente da origem de cada compra.

A integração de sistemas legados também pode melhorar a capacidade de gerenciar o estoque, um ponto estratégico para os varejistas. Para oferecer suporte total a uma estratégia omnichannel, é necessário um inventário 100% integrado, assim, evita-se que o estoque tenha produtos esgotados, ou que haja faturamento antecipado ou erros de entrega.

A visão global fornecida pela transformação digital do setor de varejo também permite que o varejista use lojas físicas como centros de distribuição.

3. Melhor eficiência e agilidade

A integração de sistemas legados facilita a automatização de todo o fluxo operacional de uma empresa, desde a geração de pedidos em diversos canais até o acompanhamento da entrega na casa de seus clientes. Com isso, há a redução significativa dos erros e omissões operacionais.

Ao conectar o estoque em locais físicos ao seu sistema centralizado, torna-se simples a execução de uma operação de comércio eletrônico altamente automatizada e de baixo custo, aproveitando suas interfaces e sistemas existentes.

Fotos: iStock

Leia também

Varejo: 4 tendências para atrair o público nas redes sociais

Tags