Escreva para pesquisar

E-commerce: 5 dicas para abrir um negócio de sucesso em 2023

Um levantamento da CupomValido mostrou que o Brasil lidera o ranking de crescimento nas vendas no e-commerce, com 22,2% na comparação de 2021 com 2022. Até 2025, a estimativa de aumento nas compras virtuais é de mais de 20% ao ano.

Essa ascensão tem feito muitas pessoas migrarem seus negócios para a internet, algumas para ampliar as vendas e outras como forma de começar do zero, sem ter que se preocupar com toda a burocracia de um ponto físico.

Para aqueles que quiserem virar o ano com um novo negócio, vale lembrar que a iniciativa requer alguns cuidados estratégicos. Os comerciantes devem acompanhar as tendências de mercado, as tecnologias e novas soluções disponíveis para facilitar a jornada do cliente e garantir o sucesso das vendas.

“Investir no comércio online pode até parecer algo difícil no começo, mas na realidade não é tão complicado como parece, basta ter uma estratégia definida e um planejamento alinhado com um objetivo claro, o resultado disso fará com que o cliente tenha uma boa experiência de compra em sua loja e a possibilidade de fidelização se torna ainda maior. Além disso, investir em soluções que atraiam os consumidores para seu e-commerce também é fundamental e fará com que seu negócio se destaque em meio a concorrência acirrada da internet”, aponta Rodrigo Schiavini, Diretor de Negócios da SmartHint.

O especialista destaca, ainda, cinco dicas para quem quer começar 2023 empreendendo com sucesso. Confira:

1. Defina o nicho de mercado em que irá vender

Esse é um ponto muito importante. Foque em estratégias, ações e planejamentos para um público determinado. Identifique as personas e ofereça conteúdos, produtos e serviços personalizados com qualidade. Especialize-se em uma área, invista nela e seja referência.

2. Invista tempo em um planejamento financeiro

Esse é outro ponto interessante que merece toda atenção. Defina o orçamento, as metas do seu negócio e faça um mapeamento de custos que inclua: hospedagem, embalagens e o envio dos produtos. Lembre-se de estabelecer as metas a curto, longo e médio prazo, isso irá ajudar na rotina diária e nos controles de gastos.

3. Ofereça diferentes formas de pagamento

Lembre-se de oferecer opções na hora do checkout. Assim, você proporciona autonomia e poder de escolha ao cliente. Invista em parcerias com diferentes bandeiras de cartões, parcelamentos, emissão de boletos, Pix e meios de pagamentos digitais, como o PayPal.

4. Personalize a experiência de compra

e-commerce experiência

Essa é uma das principais táticas utilizadas para acelerar a decisão de compra no e-commerce. Afinal, mostrar ao consumidor os produtos em que ele realmente tem interesse é muito mais assertivo do que mostrar itens aleatórios. Réguas de comunicação, remarketing, busca comportamental, recomendação de produtos relevantes e hotsites especiais para diferentes públicos são algumas ideias de personalização que podem ser aplicadas no seu e-commerce.

5. Facilite o processo de compra no e-commerce

Pode parecer básico, mas contribuir para que os usuários tenham uma boa experiência dentro da sua loja é decisivo para a retenção de clientes.

Atente-se aos detalhes que possam ser diferenciais nesse processo, como os cuidados em relação à arquitetura do site: produtos separados por categorias bem definidas, layout atrativo e intuitivo, usabilidade e campo de busca eficiente. Com um sistema de busca assertivo, o consumidor encontrará o produto ideal em cerca de segundos, mesmo que essa busca esteja sendo feita com uma grafia incorreta.

Foto: iStock

Leia também

Consumidores preferem pesquisar em marketplaces, diz estudo

Tags