Escreva para pesquisar

5 dicas para melhorar a autogestão e eficiência no trabalho

A autogestão é definida como a capacidade de conduzir as atividades diárias sem a supervisão constante de um gestor. Isso pode parecer algo simples, afinal todos temos responsabilidades e sabemos o que precisa ser feito, mas na prática nem sempre é assim.

Para uma organização se adaptar às necessidades de um ambiente em constante mudança, é importante tomar decisões com mais velocidade.

Uma pesquisa realizada no departamento de tecnologia do estado de Washington mostrou que o tempo para resolver um problema durante uma reunião e tomar uma decisão, caiu 93% depois da adoção de práticas de autogestão.

Diante deste desafio, a SysMap Solutions, empresa brasileira que desenvolve soluções de software, traz cinco dicas para melhorar o desempenho e ainda utilizar a tecnologia como aliada. Acompanhe:

1. Tenha um planejamento

Cumprir as tarefas dentro do tempo e de forma que não haja sobrecarga de trabalho é importante para bom desempenho e cuidar da saúde física e mental.

Para isso, reserve no início da segunda-feira para organizar as atividades. Faça uma lista de todos os compromissos e entregas da semana, pensando sempre no que irá demandar mais atenção e energia, e coloque estes compromissos na agenda.

2. Gerencie as atividades

Você pode utilizar diversas técnicas para gerenciar as atividades, compromissos e necessidades. Entre elas, podemos citar o uso de post-its, embasar-se em metodologias ágeis usando ferramentas como Kanban, planilhas de atividades, mapa mental, hierarquização de prioridades e várias outras.

O importante é garantir conseguir manter a organização e produtividade.

3. Utilize a tecnologia a seu favor

Ferramentas como Microsoft To Do, Excel, Agenda, Planner, Trello, Jira, entre outras, podem ajudar a organizar melhor o seu processo de autogestão.

São inúmeras as opções e possibilidades, então utilize aquela que fizer mais sentido para você ou para a sua equipe e que seja mais eficaz no seu dia a dia.

4. Invista no autoconhecimento

Analise os pontos fracos e potencialidades, os fatores que aumentam ou diminuem a motivação e energia, as dificuldades que encontra no dia a dia e o que é preciso fazer para lidar com elas.

Segundo o escritor alemão Niklas Goeke, rotular os sentimentos que sente é uma excelente forma de conhecer os modos de agir em situações positivas e negativas, deixando o profissional mais preparado para o inesperado.

5. Defina metas e busque aprimorar-se

Em uma caminhada, é importante saber para onde se vai. Definir os objetivos e metas é fundamental para se autogerir.

Assim, é possível avaliar o caminho e as necessidades de evolução durante o percurso. Se você está com dificuldades em se organizar e gerir o tempo e atividades, faça cursos, procure ajuda do gestor ou de um colega experiente, se for o caso.

Esse é um processo contínuo e que pode ser melhorado constantemente.

Foto: iStock

Leia também

Métodos ágeis: saiba como adotá-los na gestão de projetos

Tags

Send this to a friend