Escreva para pesquisar

5 passos que fazem a diferença na jornada do cliente B2B

A partir de uma recente pesquisa realizada pela Intelligenzia, intitulada ‘Status do Marketing B2B’, as empresas que atuam no segmento B2B (Business to Business), devem investir mais em Marketing em 2024.

Segundo o levantamento, 61,5% declararam que os investimentos serão maiores para o ano, dedicando cerca de 25% do orçamento anual.

Giordania da Rayflex. Clientes B2B

Giordania da Rayflex. Foto: divulgação

A intenção de direcionamento da verba de marketing foi de 66% com foco na geração de leads, 64,9% em ações de branding, e 40,3% na geração de demanda.

Segundo Giordania R. Tavares, CEO da Rayflex, alguns dos primeiros contatos acontecem justamente pelas ações de marketing de captação de leads e, também, por meio de prospecções e relacionamentos.

Confira alguns dos passos desta jornada destacados pela especialista para a construção da experiência do cliente B2B:

1 – Primeiro contato para o B2B

Ao conquistar o contato do cliente, é preciso entender as principais demandas e exigências.

“É importante ressaltar que durante o processo de atendimento, é necessário identificar a dor do cliente tanto em etapas remotas quanto presenciais, para assim, atender melhor suas necessidades”, recomenda Giordania.

2 – Consolidação da venda e o pós-venda

satisfação B2B B2C

Com o acontecimento das negociações por meio de diversas reuniões e identificação do produto ideal, a venda é consolidada através de um projeto.

“No caso da Rayflex, em que atuamos com equipamento, os detalhes técnicos são imprescindíveis para o bom funcionamento. Assim que o produto entra no ambiente industrial, o pós-venda já começa a participar da jornada do nosso cliente, que já começa a entender o projeto nas primeiras visitas de especificação”, revela.

3 – Como se destacar no atendimento ao cliente B2B

robôs atendimento B2B

Atualmente, existem muitas ferramentas de Inteligência Artificial (IA), em que a automação auxilia nesse processo de atendimento.

“A tecnologia deve ser utilizada como aliada, pois não podemos esquecer que em uma venda de equipamento, como a nossa, não se pode deixar de lado humano, de pessoa para pessoa, pois é por meio deste contato mais próximo que conseguimos identificar a reação necessária, se estamos realmente sanando a dor do cliente, pois cada operação tem suas particularidades”, ressalta a CEO.

4 – Ter diferenciais faz a diferença!

atendimento e experiência do cliente B2B

“Atuar com um corpo técnico robusto que faça entregas ao cliente com soluções completas e, muitas vezes, customizadas, reforça os níveis de qualidade do produto, por meio de projetos direcionados a cada tipo de necessidade”, conta.

Outro diferencial é realizar um bom atendimento, antes e depois da venda, para fidelizar o cliente com uma excelente experiência de compra.

Foto: iStock

Leia também

Vendas B2B: tendências para o segundo semestre

 

Tags