Escreva para pesquisar

53% das empresas já contratam de maneira totalmente digital

É fato que o home office e as políticas de isolamento social mudaram a forma como as organizações planejaram os processos seletivos durante a pandemia.

Mas com o retorno gradual ao presencial, será que as empresas continuam contratando de maneira virtual? Bom, um estudo feito pelo InfoJobs, empresa de tecnologia para RH, revelou que 53% das empresas já contratam de maneira 100% digital e 24% das 47% das empresas, que ainda não aderiram ao modelo de seleção, pretendem contratar um software de recrutamento até o início do próximo ano.

“Apesar de muitas empresas já utilizarem ferramentas automatizadas para contratar mesmo antes mesmo da pandemia, 24% das organizações implementaram esse modelo, justamente devido ao trabalho remoto. O que aconteceu na maioria dos casos, foi a tomada de consciência das vantagens da digitalização do RH e assim essas organizações adotaram ou até mesmo não voltaram ao modelo tradicional. Não à toa, 98% dos profissionais de recursos humanos que responderam a pesquisa, reconheceram que a tecnologia para RH tem potencial de facilitar a rotina dos recrutadores e agilizar os processos”, diz a Country Manager do InfoJobs, Ana Paula Prado.

Desafios nos processos seletivos

Entre as etapas mais demoradas nos processos seletivos convencionais, os recrutadores destacam: triagem de currículos (32%), atração de candidatos (30%) e realização de entrevistas (20%).

Dentro desse contexto, as empresas que contratam com tecnologia, apontam que a triagem de currículos mais ágil (15%) e a incorporação da vídeo entrevista (15%), foram o que mais mudou nos processos, sendo como uma solução para as etapas apresentadas anteriormente, seguido pelo recebimento de currículos virtuais (14%) e a adequação à LGPD (13%).

A pesquisa também concluiu que 92% dos recrutadores acreditam ser possível recrutar de forma humanizada com tecnologia, o que ainda é considerado tabu por muitos nos dias de hoje. De encontro com essa informação, dentre as dificuldades encontradas para digitalizar, 58% destaca o mindset tradicional dos decisores, enquanto 29% apontam a falta de recursos financeiros.

Empresas contratam com auxílio da tecnologia

Com o auxílio da tecnologia, os processos seletivos ficaram mais rápidos. “A pesquisa mostra que as empresas que digitalizaram os seus processos tiveram uma redução no SLA dos processos, com um tempo médio para fechar uma vaga de 3 a 10 dias. O que antigamente, com os modelos tradicionais, demora semanas e ou até meses”, pontua a executiva.

A pesquisa também ouviu os candidatos e mostrou que 41% participou de pelo menos um processo seletivo em uma plataforma de recrutamento online no último ano, de forma que apenas 10%, apontam os processos seletivos digitais como um problema. Por fim, 92% acreditam que cada vez mais as empresas vão recrutar de forma digital, mesmo com o fim da pandemia.

Foto: iStock

Leia também

4 competências fundamentais para equipes de tecnologia

Tags