Escreva para pesquisar

55% das MPEs já aceitam formas de pagamentos digitais

Com a pandemia da Covid-19 prestes a completar um ano e os pagamentos digitais mais presentes no cotidiano da população mundial, novos hábitos de consumo devem permanecer em 2021.

É o que indica a terceira edição do estudo global “Visa Back to Business Study – 2021 Outlook“, realizado entre 13 e 25 de novembro de 2020, no Brasil, Estados Unidos da América, Canadá, Alemanha, Irlanda, Hong Kong, Cingapura, Rússia e Emirados Árabes.

A pesquisa mostra que a contínua migração das micro e pequenas empresas (MPEs) para o comércio digital evoluirá neste novo ano, elevando o foco para áreas como segurança e prevenção à fraudes, além da contínua adoção e aceitação de pagamentos móveis.

Segundo o estudo, no final de 2020, 82% das MPEs pesquisadas tinham adotado novas formas de tecnologia digital para acompanhar as mudanças de hábitos de consumo.

Para 2021, as MPEs brasileiras continuam adotando tecnologias de pagamento para atender às expectativas do consumidor atual, o que tem impulsionando investimentos em novas soluções como softwares de segurança e proteção contra fraude (43%); aceitação de pagamentos via dispositivo móvel (35%); e parcelamentos para pagamentos online (42%).

Acompanhe, a seguir, outros insights do estudo

• Os pagamentos por aproximação vieram para ficar

Impulsionada pela busca do consumidor por formas mais seguras de pagar em meio à pandemia em 2020, a ascensão global dos pagamentos por aproximação deverá continuar neste ano.

Prova disso é que, em junho de 2020, 30% das MPEs brasileiras tinham oferecido pagamentos por aproximação pela primeira vez. Hoje, 55% relatam que começaram a aceitar novas formas de pagamento digital.

Cerca de dois em cada três (64%) delas acreditam que os consumidores continuarão preferindo os pagamentos por aproximação mesmo depois que a vacina estiver disponível a todos.

• As MPEs vão ao encontro dos consumidores

As MPEs aumentaram regularmente seus esforços para estar presentes no mundo digital. Mundialmente, 82% dos empreendedores de MPEs atualizaram suas operações para atender a demanda por pagamentos digitais – uma demanda que cresceu 67% em relação ao terceiro trimestre de 2020, quando a primeira edição do estudo Visa Back to Business Study foi publicado.

No Brasil, a maioria dos pequenos empresários (88%) alterou sua forma de operar nos últimos três meses. Em junho, 50% dos pequenos empresários brasileiros estavam vendendo produtos e serviços online pela primeira vez devido à pandemia. Agora, 58% estão fazendo mais isso, contra 43% globalmente, superando todos os mercados pesquisados.

• A luta contra as fraudes

Globalmente, os empresários mais versados em tecnologia (52%) são mais propensos a investir em segurança e proteção contra fraudes do que seus pares menos experientes (39%).

Reconhecer as implicações e responder a uma potencial fraude continuará sendo uma vantagem decisiva em 2021 à medida que a migração para as vendas digitais continuar aumentando.

Embora sejam um fator de preocupação, os índices globais de fraude continuam nos menores níveis históricos, cerca de US﹩0,007 para cada US﹩1.

Foto: Getty Images

Leia também

WhatsApp lança recurso de pagamentos para pequenas empresas

 

Tags

Send this to a friend