Escreva para pesquisar

6 dicas para obter sucesso nas vendas in app no Brasil

O ano virou e as datas comemorativas importantes para o comércio como Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados, por exemplo, já estão por aí.

Considerando que em novembro de 2020, os 70 principais apps de e-commerce do Brasil receberam 45 milhões de instalações e as vendas dentro de apps tiveram aumento de 72% no País durante a Black Friday (dados AppsFlyer), os aplicativos brasileiros estão navegando em território amigável.

Portanto, ainda dá tempo para se preparar e aumentar ainda mais o resultado de vendas em 2021.

A adtech Rocket Lab levantou seis dicas fundamentais para que os profissionais de marketing consigam atrair novos usuários, fidelizar os consumidores já existentes e aumentar o retorno sobre o investimento.

1. Cupons de desconto para vendas em app

Os aplicativos podem usar datas comerciais importantes para recompensar os usuários atuais com ofertas exclusivas.

Esta é uma opção útil e simples que consiste em criar um cupom de desconto que se relacione visualmente com o evento e a marca, com o objetivo de aumentar as vendas e atrair novos compradores. Os usuários já perceberam que via aplicativo as vantagens são maiores.

2. Notificações push

Ao lançar cupons ou descontos para vendas em app, são altamente recomendadas as notificações push para que os usuários as visualizem. As notificações podem impulsionar o crescimento e aumentar o engajamento em até 88%, de acordo com o Adjust.

Isso mantém a marca presente e também incentiva a compra, fornecendo pequenos lembretes para comprar um presente, por exemplo.

3. Qualidade na experiência mobile

experiência mobile no aplicativo

Em 2020, os aplicativos tiveram um gigantesco crescimento em uso com o impacto da Covid-19 nas vendas online. Aplicativos de e-commerce registraram 80% de aumento nos downloads somente entre março e maio do ano passado, para depois explodirem na Black Friday (AppsFlyer).

Portanto, é fundamental que o app da empresa seja o mais mobile friendly possível, pois dependerá disso para melhorar e aumentar as vendas, uma vez que o consumidor busca um processo de compra fácil e rápido.

4. Co-marketing

A utilização desta estratégia consiste na união de duas marcas ou empresas para promover, conjuntamente, uma oferta com o objetivo de obter maiores benefícios, por um custo mínimo.

Para ser eficiente, deve-se levar em consideração a função do aplicativo, de forma a encontrar o parceiro ideal e assim poder criar novas formas de colaboração para a promoção de novas marcas ou produtos. Por exemplo, no Dia dos Namorados, pode-se criar uma promoção para assinar streaming, e receber um jantar romântico em casa.

5. Concentre as campanhas em omnishoppers

O omnishopping refere-se às pessoas que navegam, consultam e compram em diferentes dispositivos e canais. Quando uma estratégia é direcionada a esses consumidores, é possível agregar valor a uma boa campanha de retargeting estratégico. Ou seja, nas múltiplas buscas que o consumidor faz, os resultados retornam aos consumidores para a aplicação desejada.

Para que essa abordagem funcione, o aplicativo deve ter termos-chave da campanha, pois as pesquisas por produtos aumentam na ferramenta nas semanas que antecedem as datas sazonais.

Tendo isso planejado e tendo esses termos-chave em vigor, os profissionais de marketing devem posicionar os produtos no lugar certo na hora certa.

6. E-mail marketing

O e-mail marketing é uma grande oportunidade de atingir o maior número possível de utilizadores e informá-los das ofertas e campanhas.

Esse tipo de marketing é essencial para aumentar as taxas de retenção: 80% das pequenas e médias empresas dependem do marketing por e-mail para campanhas de retenção e 81% os usam para aquisição de usuários. A personalização, tanto na mensagem quanto no call to action, são essenciais para o sucesso desse tipo de campanha.

Foto: Getty Images

Leia também

Cresce o uso de aplicativos de serviços no Brasil

Tags