Escreva para pesquisar

Engajamento: 6 erros de quem quer atingi-lo no Instagram

O engajamento do Instagram tem caído cada vez mais e a plataforma favorece conteúdos de Reels, numa clara competição com o TikTok, de modo que entender como usar a rede social a favor do próprio negócio é crucial.

Por isso, o especialista em marketing digital Samuel Pereira dá dicas sobre aqueles erros que podem destruir seu trabalho por engajamento.

“A minha missão é ajudar cada vez mais os empreendedores a usarem o poder da internet e das redes sociais para conseguirem escalar ainda mais o seu negócio, aumentar suas vendas e ter mais tempo de qualidade com a sua família. Engajamento não é apenas curtida ou comentário, mas também vendas”, comenta o também autor do bestseller “Atenção! O Maior Ativo do Mundo”.

Confira os seis erros fatais de engajamento no Instagram

1. Esquecer a criação de cultura

É preciso “provocar” os seguidores no sentido de fazer com que interajam. Quanto mais você mostra para eles a importância dessas interações com o conteúdo e devolve na mesma intensidade, você vai criando uma cultura de que, no seu perfil, é interessante participar.

2. Não criar conexão emocional

É preciso quebrar o gelo com o público, como você faria no momento de uma palestra, por exemplo. Sentimento, emoção e envolvimento são pilares essenciais. Mostre para os seguidores que é essencial o que você espera deles, afinal, audiência é relacionamento. Reconhecer esses seguidores com conversas, presentes e trocas, faz com que sejam parte do seu processo e se sintam valorizados. “Mesmo que você tenha apenas três seguidores engajados, dê valor a eles. As pessoas gostam disso. Muito disso tem a ver com entender o comportamento humano”, explica.

3. Não ter chamada para ação (CTA)

O famoso “deixe seu comentário” é crucial. Se você não está fazendo, está deixando de ter engajamento. Cada vez que o perfil faz essa chamada, está também criando cultura e começa a envolver mais os seguidores.

4. Não ter linha editorial definida

“Sobre o que eu falo?” Quem começa a seguir um perfil tem claro o que quer com isso, portanto, é preciso que você consiga também transmitir o seu conteúdo de forma objetiva. Criar algumas palavras e citações pode ser um diferencial. “Instagram é criar movimento”, detalha Samuel.

5. Postar sem planejamento

É preciso ter uma programação de postagens. As pessoas também acompanham o cronograma e esperam por isso. Dizer o que vai acontecer, conectar pontos, gerar algum tipo de curiosidade ou vontade de saber o que vem depois pode trazer ainda mais engajamento. Criar um storytelling faz toda diferença.

6. Trazer seguidores que não vão comprar de você

Seguidores precisam dar resultado. Não basta apenas estarem lá se não interagem, geram relevância ou compram. A qualidade dos seguidores é ponto de extrema importância. “O maior conselho que posso dar é reinvestir no seu Instagram, desde a capacitação até o impulsionamento. Ter conhecimento muda o jogo”, finaliza.

Foto: iStock

Leia também

Redes sociais: 8 dicas para aumentar as vendas

Tags