Escreva para pesquisar

Conheça as 4 grandes áreas de um time de e-commerce

De acordo com um levantamento realizado pela PayPal Brasil em parceria com a BigDataCorp, em 2021, as lojas virtuais de pequeno porte representam 83,43% das operações de e-commerce no Brasil.

Com o crescimento das empresas, o dono do negócio, geralmente, precisa contratar mais colaboradores para lidar com as atividades diárias e, muitas vezes, encontra dificuldades em delegar as tarefas que fazia anteriormente.

Luciano Furtado C. Francisco da Uninter

Segundo Luciano Furtado C. Francisco,  analista de sistemas, administrador e especialista em plataformas de e-commerce e professor do Centro Universitário Internacional – Uninter, o fundador precisa conhecer bem as funções de uma operação de e-commerce, os requisitos e as atribuições de cada uma delas, para saber quem contratar e o que cada novo funcionário irá executar.

Para isso, é importante entender que há quatro grandes áreas em um e-commerce: gerência (ou coordenação), tecnologia, marketing e operações. Confira os principais insights do especialista:

Gerência geral/coordenação

ceos abertos a mudanças

É representado muitas vezes pelo dono da empresa, a principal atribuição é estabelecer as estratégias da empresa e tomar as decisões mais importantes.

Acompanha os indicadores da loja, negocia e faz a gestão dos fornecedores, estabelece parcerias, sempre num sentido macro, olhando a operação como um todo.

Deve ter conhecimentos de administração, além de capacidade de liderança.

Em empresas com sócios, é comum que eles compartilhem essas funções, bem como dividam a gerência de tecnologia, marketing e operações.

Tecnologia

e-commerce tecnologia

Há duas funções mais importantes: o web-designer, que atua na programação dos elementos visuais da loja ou app de vendas, e o Analista de E-Commerce, que se responsabiliza pelo cadastro dos produtos, precificações, integrações da loja com outros sistemas como ERP, meios de pagamento, antifraudes etc.

Esse profissional costuma ser o elo entre a empresa e fornecedores de tecnologia.

Marketing

digitais

As principais funções são as atividades de SEO (search engine optiization), que visam colocar as páginas da loja nas primeiras posições de busca dos sites; analistas de mídias, especialistas em trazer visitas para a loja, tendo conhecimentos em plataformas de anúncios (por exemplo, o Facebook Ads), comparadores de preços, e-mail marketing etc.; e analista de criação, que cria banners, newsletters, posts em redes sociais, correção de imagens.

Em muitas lojas virtuais, essas três funções podem ser desempenhadas por uma única pessoa.

Operações

marketing digital

Também possuem duas funções básicas.

A primeira delas é formada pelos atendentes de chat, telefone e outros canais, que ainda são importantes, apesar do crescimento de bots e soluções automatizadas.

A outra função é desempenhada pelos profissionais de logística e expedição, que preparam e despacham os pedidos da loja virtual, mantendo a organização do estoque.

É claro que à medida que a empresa cresce, mais funções e pessoas serão necessárias, surgindo outros cargos.

A relação acima é apenas uma base das principais funções que o empresário deve conhecer para se preparar e planejar o futuro da organização.

Foto: iStock

Leia também

Pesquisa revela hábitos do consumidor pós-pandemia 

 

Tags