Escreva para pesquisar

BBB e cupons de desconto: 4 lições para o e-commerce

O sucesso do Big Brother Brasil não é novidade para ninguém.

Grandes empresas como McDonald’s, Seara e Carrefour têm investido milhões para estarem presentes no programa, pagando cotas de participação que chegam a R$ 105 milhões.

Uma das estratégias certeiras do programa para vender mais tem sido a utilização de cupons de desconto, que aparecem na tela em momentos transmitidos ao vivo, com validade determinada.

Com 34 empresas até o seu encerramento, em abril, esta edição foi a primeira  em que o reality começou com todos os seus espaços comerciais vendidos.

As marcas apostam no alto engajamento do reality para promover ofertas em tempo real, resultando no aumento de vendas instantâneo e na fidelização dos consumidores.

Para Andrei Dias, head de vendas da Nexaas, a estratégia é certeira.

“Assim como no BBB, no e-commerce não é diferente, a estratégia de cupons de desconto tem sido responsável por grande parte do faturamento do setor. A oportunidade de pagar menos num produto é um poderoso atrativo aos consumidores, além de garantir a visibilidade e despertar interesse. Aproveitando o sucesso do BBB, existem algumas lições valiosas que o programa pode levantar a respeito de estratégias para alavancar resultados em vendas”, acredita.

Pensando nisso, o especialista elencou quatro estratégias voltadas ao uso de cupons de desconto, que são utilizadas no BBB, e que podem também ser aplicadas no e-commerce e ampliar o faturamento no comércio online. Confira:

1 – Ofereça cupons atrativos no e-commerce

Dias aponta que, como no BBB, as marcas devem investir em ofertas realmente atrativas, já que é uma condição decisiva no momento de escolha dos consumidores e ajuda a atrair e fidelizar novos clientes. Mas não é qualquer desconto; promoções desinteressantes podem ser rejeitadas pelo público.

“Alguns exemplos são cupons de descontos válidos na primeira compra, em datas sazonais, datas comemorativas até mesmo aniversários. Essas ofertas atraem o interesse do consumidor e levam ao ato da compra desde que sejam, de fato, vantajosas”, afirma o executivo.

2 – Crie urgência também no e-commerce

comunicação esg megafone

Deixe sempre claro que a promoção oferecida é por tempo limitado.

A sensação de urgência ajuda a marca a não se perder entre outras ofertas, e delimitar prazo para compras incentiva o consumidor a tomar uma decisão o quanto antes.

Na casa mais vigiada do Brasil, por exemplo, há diversas empresas fazendo publicidade durante as transmissões ao vivo. O ideal é que o cupom não seja “apenas mais um”.

3 – Disponibilize cupons de desconto como prêmios no e-commerce

Uma das estratégias utilizadas no BBB é oferecer aos participantes prêmios por suas realizações, como imunidades e vantagens em desafios.

Para a aplicação deste modelo no e-commerce, é possível oferecer cupons de desconto como prêmios em sorteios e concursos.

A estratégia pode aumentar o engajamento dos clientes com a marca e incentivar a participação em outras promoções futuras.

4. Use mais de um canal

redes sociais

Com forte presença nas redes sociais, como Twitter, Telegram e Instagram, o BBB por muitas vezes consegue criar conversas que transpassam a mídia televisiva.

Isso também se aplica ao momento em que oferecem cupons, onde as divulgações ocorrem em mais de um canal, atraindo um maior público.

O e-commerce pode seguir o mesmo padrão, realizando campanhas de descontos multicanais, por meio das redes sociais, e-mails marketing, pop ups no site, parcerias com influenciadores digitais, entre outros.

Em qualquer uma das estratégias citadas acima, é interessante que os lojistas se previnam do abandono de carrinho – 85% dos consumidores desistem das compras na etapa final, segundo dados da Opinion Box.

Nesse caso, para evitar que isso ocorra, é interessante enviar e-mails para lembrar o visitante que a compra ficou pendente e até oferecer descontos nos produtos selecionados.

“O lojista pode estipular um prazo para o cupom e até mesmo uma condição adicional para estimular o retorno ao site e a finalização da compra”, sugere Dias.

Foto: iStock

Leia também

Dia do Consumidor: 6 táticas infalíveis para vender mais 

 

Tags