Escreva para pesquisar

Bitcoin atraiu interesse do brasileiro em 2019

O mercado de ações se movimenta de acordo com a oferta e a demanda das moedas. As duas mais importantes do mundo – dólar e euro – estão sempre no radar dos brasileiros. É o que indica um estudo realizado pela SEMrush, empresa que atua em marketing digital e apurou o volume de pesquisas realizadas entre janeiro e outubro de 2019 pelos brasileiros em mecanismos como Google e Bing.

No topo, as buscas pela cotação do dólar representaram o maior interesse dos brasileiros: foram 10,5 milhões de pesquisas durante o período. Em segundo lugar, a cotação do euro foi motivo de 3,4 milhões de buscas entre janeiro e outubro.

O estudo detectou um grande destaque em relação ao bitcoin. A cotação da criptomoeda digital foi pesquisada 1,2 milhão de vezes no período entre janeiro e outubro de 2019.

Entretanto, vale ressaltar que em maio de 2019 a busca por “cotação do bitcoin” saltou para 110 mil pesquisas mensais, um crescimento de 82% em relação ao mês anterior, que contava com 60,5 mil buscas.

Um dos motivos que justificam o aumento das buscas foi a valorização da moeda no período.

“O bitcoin começou o ano com uma cotação na casa dos U$ 3.500. Em abril, tivemos uma grande valorização, acumulando cerca de 25% em 30 dias. Isso foi noticiado pela mídia especializada no assunto. Já em maio, o movimento se intensificou e a moeda valorizou mais de 60%. Nesse momento, a notícia alcançou outros veículos e a moeda voltou novamente para ‘a boca do povo’. Apesar das correções dos últimos meses, o Bitcoin ainda está com uma valorização acumulada de 100% em relação ao preço de janeiro. Isso comprova o crescente interesse pela moeda no Brasil e no mundo”, analisa o COO da BitcoinTrade, Daniel Coquieri.

Foto: iStock

Tags

Send this to a friend