Escreva para pesquisar

Brasileiros buscaram mais empréstimo online para investir em novos negócios

O número de pedidos de crédito pessoal para investir em novos negócios em janeiro deste ano aumentou 72% em comparação com mesmo mês de 2018, segundo estudo realizado pela Lendico, fintech que oferece crédito online no Brasil. A pesquisa monitorou solicitações de empréstimo no site da fintech entre os dias 1 e 31 de janeiro de 2019, e aponta quais foram os principais motivos de crédito neste começo de ano.

Investimento no negócio

Além do crescimento na busca de crédito para fomentar novos empreendimentos, os empresários também buscaram recursos para o próprio negócio já existente. Houve 31% de aumento no número de pedidos em relação ao mesmo período de 2018.

Consumo

A Lendico aponta aumento de 55% na solicitação de crédito para aquisição de veículos no primeiro mês do ano em relação a dezembro de 2018, mostrando que o brasileiro está considerando o empréstimo pessoal na hora de comprar bens. Pedidos de empréstimo para compra de eletrodomésticos e eletrônicos subiram 82% na comparação de janeiro de 2019 com o mesmo período do ano passado.

Educação

No início do ano, por ser uma época em que as pessoas têm custos com matrícula e materiais escolares, observou-se uma expansão na busca por empréstimo para educação. Os pedidos cresceram 109% em relação a dezembro de 2018. Em relação a janeiro do mesmo período, os pedidos aumentaram 11%, mostrando que além da sazonalidade, há uma maior procura por este tipo de crédito para suprir as contas e investir em educação.

Dívidas

De acordo com os dados obtidos pela fintech, as compras de Natal aparentemente apertaram as contas dos brasileiros em janeiro. Em relação a dezembro de 2018, a Lendico constatou 60% mais pedidos de empréstimo para pagamento de cartão de crédito e 55% mais pedidos para quitação do cheque especial. As solicitações de crédito pessoal para pagamento de dívidas em geral tiveram aumento de 57% em janeiro em relação a dezembro de 2018.

Saúde e beleza

Também foi registrada alta de 53% no número de pessoas pedindo empréstimo para tratamentos estéticos e 40% mais pedidos para tratamentos médicos, em comparação a dezembro.

Foto: iStock

Tags