Escreva para pesquisar

BRF adota GS1 DataMatrix para rastreabilidade de alimentos

Com um portfólio amplo de produtos e marcas consagradas como Sadia, Perdigão e Qualy, a BRF é uma das maiores empresas de alimentos do mundo. Por isso, os processos que envolvem qualidade e segurança são primordiais para os resultados da companhia.

Nesse sentido, a empresa implementou o código GS1 DataMatrix, permitindo que todas as informações do produto sejam carregadas nesta simbologia e percorram toda a linha de produção, agilizando os processos internos de conferência, recebimento, controle de estoque e expedição. Com isso, a companhia passou a ter maior visibilidade e rastreabilidade, garantindo a segurança alimentar.

“Dentro do projeto da Indústria 4.0, o que estamos fazendo é a implementação de um padrão de etiquetas internacionais que permite uma identificação única de nossos produtos”, afirma o vice-presidente de Qualidade, Sustentabilidade e P&D da BRF, Neil Peixoto, acrescentando que a implementação do DataMatrix, permitiu oferecer aos clientes internacionais a mesma qualidade dos produtos já aplicada no Brasil.

O analista sênior da empresa, Alisson Bolzani, lembra que, com a rastreabilidade, é possível acompanhar desde o grão até a criação do animal, com todos os critérios de qualidade.

“Já temos um resultado prático de acuracidade da leitura. Com a inclusão do DataMatrix, tivemos nos testes 100% de leitura”, revela.

O projeto rendeu à BRF o Prêmio Automação 2019, na categoria Rastreabilidade no Setor de Alimentos.

Assista ao vídeo do case da BRF

Desenvolvimento sustentável

Com mais de 90 mil funcionários e presente em mais de 140 países, o desenvolvimento sustentável faz para do DNA da BRF.

O projeto de automação com o uso do GS1 DataMatrix reforça essa responsabilidade, pois contribui para o cumprimento de um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) a serem atingidos até 2030.

A iniciativa da BRF se enquadra no ODS n° 9, relacionado à Indústria, Inovação e Infraestrutura, que visa construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável, além de fomentar a inovação.

*A foto de abertura retrata a entrega do Prêmio Automação 2019 para a BRF. Peter Lee, da Compex (à esquerda) entrega o troféu para Neil Peixoto, da BRF (à direita).

Foto: Marco Flavio/Orquestra de Imagens

Tags