Escreva para pesquisar

IA: número de contratações por profissionais cresceu 60%

A ascensão da Inteligência Artificial (IA) também se reflete nos números de contratação em todo o mundo.

Tanto em termos de profissionais contratados quanto de organizações que realizam contratações.É o que diz o levantamento da Deel no AI Hiring Report, que traz dados de setembro de 2021 a setembro deste ano.

De acordo com o estudo, houve um crescimento de 60% no número de profissionais contratados para funções ligadas à IA, Engenharia de Software e Ciência de Dados em organizações que utilizam os serviços de pagamento da Deel no último ano.

Paralelamente, foi observado um aumento de 59% no número de organizações que efetuaram contratações nesses campos no mesmo período.

EUA lideram contrações em IA

automação e inteligência artificial

Os Estados Unidos lideraram as contratações de profissionais em IA, seguidos pelo Canadá, Reino Unido e, em menor escala, pela Alemanha.

Quanto aos trabalhadores de IA contratados por organizações, o Canadá liderou, seguido pela Índia, Espanha, Alemanha e Reino Unido.

“Nossos dados indicam que nenhuma região está imune à febre de contratações em IA. Nossa hipótese é que tendências complementares permitiram que a IA se difundisse por todos os cantos do globo. Os salários apresentam variações entre regiões, sendo a América Latina a que mais se beneficiou do crescimento da IA, com um aumento modesto, mas consistente, nos salários médios ao longo do ano.” Comenta Cristiano Soares, Country Manager da Deel no Brasil.

IA e os talentos internacionais

Segundo os dados da companhia, desde o lançamento do ChatGPT, é possível observar uma tendência significativa na internacionalização dos talentos de IA.

Empresas norte-americanas estão intensificando suas contratações de profissionais de IA em várias regiões, incluindo Brasil, Canadá e Argentina.

Este fenômeno é especialmente perceptível em centros urbanos específicos, com aumentos notáveis em Toronto (7%), Bangalore (3%) e Londres (3%), além de crescimentos de 2% em Lahore, Berlim e Buenos Aires.

“Inicialmente, a velocidade de adoção demandou uma taxa de contratação que rompesse as barreiras tradicionais de recrutamento em todo o mundo. No entanto, essa mudança de paradigma em direção à contratação global só foi possível graças aos modelos emergentes de EOR, que permitem a integração transfronteiriça de talentos altamente qualificados.” Finaliza o executivo.

Foto: iStock

Leia também

GS1 Talks: como a Inteligência Artificial impacta os negócios?

 

Tags

Send this to a friend