Escreva para pesquisar

Loja autônoma ONII ganha impulso com novos hábitos de consumo

Se o varejo autônomo, com soluções touchless e apoio da automação, já vinha se desenhando como uma tendência forte nos últimos anos, em tempos de pandemia esse formato ganha ainda mais força, inclusive no Brasil.

As empresas começaram a apostar nesse modelo, como é o caso da ONII, uma loja de conveniência autônoma 100% digital, desenvolvida especialmente para locais com entrada controlada, como condomínios, coworks, escolas, empresas e hospitais.

O projeto nasceu em 2019 com a união de amigos empresários, que decidiram somar experiências e construir um modelo de varejo disruptivo.

sócios da onii

Da esq. p/ a dir.: os sócios Tom Ricetti, Victor Bermudes e Ricardo Podval

“Nossa ideia era gerar uma verdadeira experiência de compras a um valor acessível, e que atendesse as novas demandas do consumidor. Queríamos ‘a democratização da Amazon Go’”, conta um dos sócios-fundadores, Tom Ricetti à reportagem do Portal de Notícias GS1 Brasil.

“No nosso modelo, os custos do varejo com mão de obra e localização são descaracterizados numa solução autônoma, que permite personalizar o mix de produtos para cada ponto de venda”, explica.

Além de Ricetti (idealizador e fundador da Pão-To-Go), a ONII também tem como sócios Victor Bermudes (vice-presidente LIDE  Ribeirão Preto), Ricardo Podval (fundador do CIVI-CO), e Conrado Rantin (experiente gestor de varejo e trade com passagem pela Procter & Gamble).

A empresa tem escritório na região da Avenida Paulista e sede na ONOVOLAB, uma das referências em hubs de tecnologia no Brasil localizado em São Carlos, interior de São Paulo, mesmo local onde abriu a primeira loja, em novembro de 2019.

“Atualmente, estamos com 18 lojas em funcionamento e outras 30 a serem inauguradas”, diz Ricardo Podval. As unidades estão nas cidades de São Paulo (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA).

Modelo garante personalização completa

Para comprar nas lojas da ONII, o consumidor precisa fazer o download do app da loja e um cadastro rápido. Após esse processo, tem acesso físico a loja através de um QR Code.

A partir daí, basta escolher o produto e realizar a compra pela tecnologia scan & go, que envolve três etapas: 1) leitura do código de barras do produto; 2) adicionar ao carrinho; 3) aprovar o pagamento, que é feito via wallet integrada com cartão de crédito.

As lojas são ajustáveis ao tamanho e modelo do estabelecimento a que for incorporada, considerando número de moradores, funcionários ou frequentadores do espaço. Outro diferencial é que elas funcionam 24 horas.

“Hoje, temos algumas linhas de soluções, divididas entre armários, aquários e geladeiras, em diversos tamanhos, além de projetos especiais, no qual o empreendimento nos cede um espaço disponível”, pontua Podval.  Para se ter uma ideia, as lojas do tipo aquário, no tamanho P, tem 5 m2 e, no tamanho M, 7 m2.

Há também formatos para atender diferentes setores: Box para condomínios residenciais horizontais ou verticais e para escritórios; e stations, para hospitais, indústrias e hotéis.

“Estamos desenvolvendo soluções para grande varejo, como C&A, Renner, Magazine Luiza, criando uma harmonia híbrida entre o presencial e o autônomo”, revela Podval.

Escolha do sortimento e reposição

Escolha do sortimento ideal de cada loja da ONII é feito com o apoio da tecnologia

Como não há funcionários nas lojas, a reposição das mercadorias (e até mesmo o espaço) acontece via licenciado, que pode ser um condomínio, por exemplo.

“Há uma grande tecnologia e BI por de traz do aplicativo. Assim, tanto a ONII quanto o licenciado acompanham em real time o consumo de cada loja. Assim, quando o estoque mínimo é acionado, o licenciado se dirige até o estabelecimento e faz a reposição dos produtos, processo que não leva mais do que 20 minutos”, descreve Ricetti.

Para a escolha do sortimento, além de uma equipe formada por especialistas, a tecnologia também é uma aliada na escolha do mix ideal, também por meio do BI. São levados em conta o modelo do estabelecimento (residencial ou comercial), localização, modelo de lojas (tamanho), classe social do local (ABC).

O condomínio também pode opinar em relação ao mix de produtos. “Há uma dinâmica muito boa entre os moradores, licenciados e a ONII para que as lojas entendam as necessidades do condomínio. Queremos que os moradores se sintam no mercadinho do bairro na época de nossas avós. Além disso, acreditamos e impulsionamos o pequeno empreendedor – como a tia do bolo, da vela caseira ou o moço do pão –, dando oportunidades para que esse pequeno empreendedor tenha acesso aos moradores através das nossas lojas”, comenta Ricetti, reforçando que a ONII tem a meta de flexibilizar 20% do portfólio para empreendedores locais.

Oportunidades com a pandemia

Nessa toada, que uniu a localização estratégica das unidades – que não exige grandes deslocamentos do consumidor – e a experiência digital, permitindo que as compras sejam feitas sem contato, as projeções da empresa se multiplicaram nesse período da pandemia.

Tanto que o pipeline da empresa, estimado em 70 lojas, já saltou para 200 estabelecimentos.

“Fomos considerados pela Latin America Tech como um exemplo de startup brasileira de tecnologia no combate da pandemia se referindo a nossa solução para distanciamento e modelo compra rápida e segura sem intermediários”, destaca Ricetti.

“Hoje, temos parcerias com as principais incorporadoras no Brasil, como MRV, Luggo, Even Cyrella, Tecnisa, Housi, Bild, entre outras”, revela Podval, salientando que, ainda neste ano, deve ser inaugurada uma loja no Chile e outra em Miami. Inclusive, a ONII desenvolveu um modelo de cobrainding, no qual a demanda vem da própria incorporadora.

Para a expansão dos negócios, a empresa adotou o modelo de licenciamento, que é o responsável pelas lojas no perímetro de atuação. “Um licenciado pode ter de uma a 20 lojas e o que levamos em consideração é a capacidade de atendimento e abastecimento”, esclarece Ricetti.

Fotos: Divulgação

Leia também: Zaitt abre novo modelo de loja com foco em expansão

 

Tags