Escreva para pesquisar

Tags: , ,

Cresce o uso de aplicativos de serviços no Brasil

Usar aplicativos no celular já se tornou uma necessidade do consumidor brasileiro. Boa parte do cotidiano está concentrado nos apps, seja para se comunicar, pedir um táxi ou comida no restaurante ou ver filmes.

Confirmando esta tendência, a pesquisa Diagnóstico de Automação do Mercado Brasileiro, levantamento da GS1 Brasil com o apoio metodológico da GfK Brasil que mensura  a posse de equipamentos e dispositivos tecnológicos dos consumidores brasileiros, aponta crescimento do uso de apps de mobilidade, de restaurantes e de comparação de preços entre 2017 e 2019.

De acordo com o estudo, em média, os entrevistados usaram 12 aplicativos em 2019; nos anos anteriores, foram 11.

Neste Mês do Consumidor, é importante as marcas observarem essas tendências para aprimorar a oferta e a usabilidade de apps, melhorando, consequentemente, seu relacionamento com o cliente. Confira mais dados da pesquisa.

Aplicativos de serviços

Comodidade, conveniência e praticidade é o que consumidor quer e os apps de serviços oferecem. Em 2017, o consumidor possuía, em média, 2,5 de apps de serviços instalados em seus celulares; em 2019, a média subiu para 3,5.

O estudo analisou o uso dos mais diversos tipos de apps, como mobilidade, bancos, restaurantes, transporte e serviços públicos, mostrando um crescimento expressivo no período analisado.

Os apps de mobilidade tiveram o maior destaque, com um percentual que saltou de 63%, em 2017, para 83%, em 2019. Os aplicativos de restaurantes também cresceram consideravelmente, passando de 33% para 42%, no período.

Já o acesso aos apps de serviços públicos teve um incremento de 8% para 10%, entre 2017 e 2019.

Compras

O consumidor brasileiro possuía, em média, 2,3 categorias de apps de compras em 2019, uma leve alta considerando que nos dois anos anteriores a média foi de 2,1.

Este grupo considera aplicativos de compra e venda, apps de lojas, de leitura de código de barras, comparação de preços, pagamentos, entre outros.

De acordo com o estudo, 80% dos consumidores acessam apps de compra e venda.

O destaque é que as pessoas estão utilizando muito mais os aplicativos de comparação de preços. O acesso a esses apps saltou de 22%, em 2017, para 40%, em 2019.

Comunicação

Em média, nos últimos três anos, o brasileiro possuía instalado em seu celular quatro categorias de apps de comunicação, entre soluções para troca de mensagens, e-mails, redes sociais, games, voz e chat.

Em 2019, 96% dos consumidores entrevistados acessaram esses apps para trocar mensagens e 89% para redes sociais, mesmo percentual para e-mails.

A pesquisa indica que a utilização de apps de voz caiu de 31%, em 2017, para 26%, em 2019.

Outros aplicativos

O estudo da GS1 Brasil analisou também outros aplicativos utilizados pelos brasileiros, como navegadores, apps de streaming, GPS/localização, noticiários e saúde. O consumidor possuía instalado em média, 3,6 categorias de aplicativos no período analisado.

O levantamento mostra que, em 2019, 89% possuíam navegadores de internet e 87% plataformas de streaming instalados.

Foto: Getty Images

Tags