Escreva para pesquisar

Dia dos Namorados: 12 milhões devem ir às compras na última hora

Faltando poucos dias para o Dia dos Namorados, um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, estima que aproximadamente 12 milhões de brasileiros devem comprar os presentes em cima da hora, ou seja, nestes dias que antecedem a data.

De acordo com o levantamento, 50% dos consumidores pretendem comprar o(s) presente(s) na primeira semana de junho e 22% no mês de maio, enquanto 13% comprarão apenas nas vésperas do Dia dos Namorados. No total, a data deve levar 96 milhões de brasileiros às compras, com uma movimentação de R$ 23 bilhões no comércio.

Na avaliação do presidente da CNDL, José César da Costa, deixar para comprar os presentes em cima da hora acaba fazendo com que o consumidor não tenha tempo para se ater a detalhes importantes, como pesquisar preços de diferentes marcas ou lojas. Além disso, certamente não encontrará a mesma variedade de produtos e opções de ofertas.

“Na correria para garantir os presentes, muitas pessoas acabam recorrendo ao parcelamento de forma impensada ou compram o produto na primeira loja que visitam. O recomendado é estabelecer um limite para os gastos e sair de casa com o dinheiro contado. Isso ajuda a evitar que o consumidor gaste além do valor previsto”, afirma. “De qualquer forma, o comércio está preparado para receber os consumidores que deixaram para a última hora”, destaca Costa.

Metodologia da pesquisa sobre o Dia dos Namorados

Público-alvo: consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas (excluindo analfabetos) e que pretendem realizar compras para o dia dos namorados deste ano.

Método de coleta: pesquisa realizada pela web e pós-ponderada por sexo, idade, estado e renda.

Tamanho amostral da pesquisa: 1100 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de comprar presentes para o Dia dos Namorados. Em seguida, continuaram a responder o questionário 670 casos, somente com os que tinham a intenção de compra para esta data. Resultando, respectivamente, uma margem de erro no geral de 2,95 p. p. e 3,79 p. p. para um intervalo de confiança a 95%.

Período da coleta dos dados: de 03 a 13 de maio de 2024.

Foto: iStock

Leia também

Sazonalidade: 4 dicas para manter e engajar consumidores

Tags