Escreva para pesquisar

Diversidade é um dos trunfos para a inovação nas empresas

Uma das 14 tendências apontadas no Web Summit 2020, maior conferência de tecnologia e transformação digital do mundo, foi o valor da diversidade com um dos trunfos para a inovação, de acordo com os insights do evento publicados no o e-book da Oasislab.

A publicação ressalta que estamos valorizando a diversidade cada vez mais nas relações humanas, sejam de trabalho ou de consumo, mas precisamos, de fato, como seres humanos e como organizações, encarar um compromisso com a equidade de gênero, com a acessibilidade e com a inclusão das minorias. Somente assim, seremos inovadores de fato.

A mesma percepção é reforçada no último relatório Diversity Matters (“Diversidade Importa”), da consultoria McKinsey, que revela que empresas que se comprometem a diversificar seus quadros obtêm resultados bem acima da média nacional do seu setor, seja em diversidade de gênero (desempenho 15% superior) ou raça (35% superior), para citar apenas dois exemplos.

De acordo com a consultoria, tal relação se deve a maior capacidade dessas empresas de terem mais inovação, atraírem melhores talentos, possuírem maior foco no cliente, maior satisfação dos funcionários e melhor tomada de decisões.

No entanto, se uma empresa mais diversa resulta em um potencial maior de inovação, resultados acima da média e causa evidente impacto social, por que iniciativas desse tipo ainda não se disseminaram amplamente no mercado corporativo? Por que diversidade ainda não é uma realidade na maior parte das empresas?

Rodrigo Vianna, da Talenses Group. Crédito: divulgação

Em entrevista ao Portal de Notícias da GS1 Brasil, o fundador e sócio da Talenses Group, Rodrigo Vianna,  explica que a diversidade e inclusão tem avançado no mundo corporativo, mas o entrave é que ainda não é um processo que ocorre organicamente, ou seja, para que o tema avance é necessário ir do discurso à prática.

“As empresas que almejam ter sucesso neste campo precisam realizar ações afirmativas, disponibilidade e doação de tempo para a causa, investir em pessoas com potencial e dar oportunidades iguais a todos. Sem isso, não existe diversidade e inclusão”.

Segundo ele, organizações que trabalham bem este tópico possuem programas de afirmação com foco em recrutamento e seleção de públicos minorizados, além da criação de grupos de afinidade que funcionam como grupos de trabalho para que o tema evolua na empresa.

Amanda Aragão, da Mais Diversidade. Crédito: divulgação

A mesma opinião é compartilhada pela consultora sênior e líder da Curadoria de Talentos da Mais Diversidade, Amanda Aragão.

Segundo ela, as empresas mais avançadas nessa pauta definem metas e ações afirmativas e, algumas delas, até atrelam a remuneração das lideranças aos avanços obtidos.

É extremamente necessário olhar para a demografia da empresa. Havendo lacunas em relação à representatividade, o caminho é realizar processos seletivos intencionais para grupos sub-representados”, acrescenta.

Exemplos  de ações bem sucedidas desse tipo foram colocadas em prática  recentemente pelas empresas Magazine Luiza e Bayer, que realizaram programas de trainees apenas para candidatos negros.

Promoção da diversidade é diferencial competitivo também para as PMEs

Alysson Adler, da Talenses Group. Crédito: divulgação 

Para o responsável pela área de diversidade & inclusão, da Talenses Group, Alysson Adler, iniciativas de diversidade e inclusão também são acessíveis para pequenas e médias empresas (PMEs).

“O pequeno e o médio empreendedor possui ainda mais condições de construir um ambiente diverso e inclusivo, pois tem um universo menor de pessoas”.

De acordo com ele, incluir o tema é fundamental, pois serve também para atração e retenção de talentos na empresa.

“O tema gera muito interesse. As pessoas são atraídas para trabalharem em empresas que possuem boas práticas e, com isso, os pequenos e médios podem se tornar ainda mais competitivos frente aos grandes players”.

Exemplos práticos de promoção de diversidade e inclusão nas empresas

Diversidade é o conjunto de características culturais, biológicas, sociais, econômicas que fazem de cada indivíduo um ser único.

Já a inclusão é o processo de valorização e inserção de populações que, por questões históricas e sociais, enfrentam barreiras na sociedade e nas empresas, segundo os especialistas entrevistados.

Eles dizem que não há um único caminho correto, porém  enumeram algumas sugestões de aplicabilidade da diversidade e inclusão nas empresas para aquelas que desejam iniciar este processo ou, até mesmo, aprimorar ou incluir planos de ação. Veja:

1. Tenha uma estratégia

Um dos passos importantes para quem está começando, é pensar a motivação para investir nesse tema.

Reflita sobre a estratégia de diversidade e faça uma conexão com o negócio é muito importante.

2. Defina indicadores

Após pensar essa estratégia, desdobre em ações, indicadores de acompanhamento e metas.

3. Comece de cima para baixo

Envolva a alta liderança e liderança, desenhando uma governança e definindo um processo estruturado de tomada de decisão neste tema.

4.  Engaje  a liderança da empresa

Defina ações afirmativas e atrele indicadores de diversidade e inclusão à remuneração das lideranças, de acordo com  os avanços obtidos.

5. Treinamentos

Promova treinamentos e palestras de sensibilização.

6. Análise o quadro da empresa

É extremamente necessário olhar para a demografia da empresa. Veja se há lacunas em relação à representatividade.

É necessário entender se o quadro de colaboradores existente reflete ou não a composição da sociedade. Não só em cargos operacionais, mas principalmente nos de liderança.

7 . Processos seletivos intencionais

Se houver lacunas em relação à representatividade, o caminho é realizar processos seletivos intencionais para grupos sub-representados.

8. Vieses

Para quem contrata, é sempre importante avaliar se há inconsistências nos processos seletivos e, ao identificá-los, trabalhe para minimizar esse ponto.

9. Retenha os talentos diversos

Tenha uma política que valorize a premissa de retenção dos talentos diversos.

Foto: iStock

Leia também

Web Summit 2020: confira 14 tendências extraídas do evento 

Tags

Send this to a friend