Escreva para pesquisar

Empreendedorismo: 6 dicas para destacar a marca na crise

A pandemia estimulou o crescimento do empreendedorismo no País, mas com a economia retraída, com muitos  concorrentes e um público cada vez mais exigente, como destacar – ou reposicionar – corretamente sua marca?

“É muito comum que o empreendedor se sinta perdido enquanto tenta responder sozinho a todos os desafios de marketing. Até mesmo profissionais com especialização nesta área sentem dificuldades em estruturar a estratégia para alavancar o próprio negócio”, afirma a criadora do @metodobrandnew, Izabel Barbosa.

Izabel explica que o primeiro passo para construir a marca é desenvolver um projeto de branding que busca diferenciar a empresa, produto ou serviço da concorrência, ainda que, em termos descritivos, o oferecido seja similar aos demais.

“Marcas de sucesso possuem um lugar único na mente dos consumidores e clientes, criando a percepção de que não existe outro produto no mercado como o seu. Por isso, é essencial começar – ou recomeçar – com um diagnóstico estratégico para analisar e definir o seu posicionamento, público-alvo e diferenciais, com o objetivo de encontrar este lugar único, que apenas a sua marca ocupará”, afirma. Confira as dicas.

1. Comece do começo

Não adianta tentar começar pelo fim, refletindo, por exemplo, sobre a estratégia de conteúdo em redes sociais, site e até mesmo na elaboração do logotipo se não houver clareza do pilar estratégico que vai sustentar a marca.

“Qual é o seu posicionamento, propósito, valores, atributos, quem é sua brand persona?”. Todos estes passos são importantes para entender a essência da marca. Se não tiver essa clareza, todas as outras estratégicas de comunicação serão mais vazias e menos assertivas do que poderiam ser.

2. Conheça o público

Outro aspecto fundamental é ter clareza sobre com quem a marca realmente quer falar. Atirar para todos os lados não é o que vai trazer resultados.

Portanto, não se deve temer ao definir o nicho, porque a probabilidade de conseguir criar uma comunicação ao redor da marca é muito maior. Nesse sentido, também vale mapear a jornada do cliente, para saber em quais canais você deve focar.

3. Atenção para o visual

Todo o esforço estratégico não será percebido pelo público se a empresa não transparecer a essência através da  imagem. Uma identidade visual bem definida materializa o profissionalismo e ajuda na construção de autoridade.

4. Conteúdo é tudo!

Depois de finalizar as etapas estratégicas e de desenvolvimento da identidade, é hora de comunicar! Disseminar conteúdo relativo ao segmento vai ajudar a construir autoridade. E aqui é bom até mesmo ser repetitivo, porque quando lembrarem daquele tema, lembrarão da marca.

Mas é importante entender qual é o melhor formato de conteúdo para cada rede – Instagram, LinkedIn, YouTube, Blog, canais especializados, entre outros. A recomendação é realizar um planejamento de frequência e ser firme ao segui-lo.

5. Menos pode ser mais

Não se deve dar um passo maior que a perna de sustentação nas redes sociais. É melhor começar com um perfil, fazendo uma coisa de cada vez, com solidez e planejamento. Não adianta abrir vários canais e não ter fôlego para nutrir todos.

6. Cuidado com o “faça você mesmo”

Se o empreendedor não é especialista, o ideal é procurar um para desenvolver a estratégia de branding. Na prática, o processo se torna difícil e solitário, impedindo novos insights que surgem durante as sessões de mentoria e, postergando, desta forma, o problema.

O conhecimento dos cursos é importante para oferecer um nível maior de entendimento quando se passa pelo processo de desenvolvimento, mas é limitado.

“O trabalho de branding constrói autoridade, materializa o profissionalismo da empresa e abre novas oportunidades de negócios, que dificilmente seriam possíveis sem a construção sólida da marca. Costumo brincar que querer desenvolver um plano de comunicação sem, antes, definir a estratégia de branding, é como ser daltônico e querer montar um cubo mágico”, finaliza Izabel Barbosa.

Foto: Getty Images

Leia mais

Insights para o desenvolvimento de embalagens em tempos de crise

Tags