Escreva para pesquisar

ERP: 5 estratégias avançadas para otimizar a solução

O Enterprise Resource Planning, mais conhecido como ERP, está cada vez mais fazendo parte da rotina das organizações. Isso é o que mostra o estudo “O ERP inteligente e sua adoção para a transformação digital na América Latina”, realizado pela NTT DATA em parceria com o MIT Technology Review, em que foi constatado que Cerca de 40% das empresas já migraram ou estão em processo de migração para utilizar a ferramenta.

Os dados apontam para atual realidade que estamos inseridos, uma vez que, com os avanços da transformação digital, é natural que as companhias revejam suas estratégias. Diante disso, a implementação do ERP tem estado no topo das preferências das organizações, principalmente, pelo fato de oferecer eficiência, padronização e automação – três aspectos que, inclusive, foram destacados por 75% das empresas que participaram do estudo da NTT DATA.

Contudo, a incorporação de um sistema de gestão não é algo que acontece do dia para a noite, sendo necessário, sobretudo, personalizar a ferramenta com o intuito de garantir total aderência e obter benefícios na execução dos processos. Quanto a isso, existem estratégias que podem ajudar nessa jornada.

Como obter os melhores resultados com o ERP

1. Automação estratégica

Ao implementar a automação inteligente em processos-chave, reduz-se a dependência de realizar tarefas manuais e repetitivas. Essa ação não apenas economiza tempo, mas também é crucial para minimizar erros, permitindo que a equipe possa se concentrar em iniciativas mais estratégicas.

2. Análise preditiva e otimização contínua

Com a utilização de recursos avançados de análise do ERP, é possível antecipar padrões, identificar gargalos e otimizar continuamente os processos. Através de uma visão clara e objetiva, as tomadas de decisões passam a ser assertivas, mantendo a agilidade operacional necessária.

3. Integração holística

Tudo em todo lugar, ao mesmo tempo. Através do ERP, é possibilitada a integração de todos os setores. Essa medida não apenas ajuda a aprimorar a comunicação interdepartamental, mas também proporciona uma visão 360 graus do negócio, melhorando a coordenação e eficácia.

4. Customização estratégica

Antes de tudo, é importante adaptar o sistema ERP para atender às necessidades específicas da organização. Com a sua capacidade de personalização estratégica, é garantido que o software atue alinhado às metas e processos exclusivos da empresa.

5. Gestão efetiva da cadeia de suprimentos

A utilização de módulos avançados de gestão ajuda a otimizar o fluxo de produtos e informações, além de obter ganhos como redução de custos e melhora em toda a cadeia produtiva.

Ao implementar tais estratégias avançadas, os ganhos com a utilização do ERP passam a ser intrínsecos na gestão. Para além dos já citados, a ferramenta também é um elemento fundamental para tornar a empresa mais responsiva e ágil às mudanças de mercado.

Certamente, aplicar essas estratégias pode ser um desafio para aqueles que não têm apoio nessa jornada. Por isso, ter uma consultoria especializada nessa caminhada é uma alternativa eficaz, uma vez que o time de especialistas atua desde na orientação acerca do melhor caminho a ser seguido, até a identificação de erros e gargalos que podem ocorrer durante o processo.

Essa utilização já é uma realidade nas organizações, mas, somente aquelas que souberem extrair o que há de melhor na ferramenta, sairão na frente. Desta forma, mais do que adquirir o sistema, é preciso ter um olhar apurado para usufruir tudo aquilo que passa a ser ofertado. Afinal, mais do que emprenho, a era da transformação exige gestão.

As dicas são do diretor de relacionamentos da Keep, Lucas Medeiros.

Foto: iStock

Leia também

CRM: veja mitos e verdades sobre a implementação

Tags

Send this to a friend