Escreva para pesquisar

Tags:

Geração Z: veja 3 dicas para comunicação com esse público

geração z trendsNão é novidade o quanto a Geração Z virou o grande foco das marcas nos últimos tempos. Considerada a mais monetizada de todas (com movimentos como a creators economy), a GenZ apresenta desafios e adaptações para a maioria das marcas que ainda estão no caminho ou começando a aprender a se comunicar com ela.

Fato é que independente do estágio em que as marcas estejam com relação ao que essa geração valoriza e acata, não dá mais para esperar muito para entender a fundo esse perfil de consumidor e olhar para esse perfil.

Formada atualmente por crianças, adolescentes e jovens que ultrapassam o total de 50 milhões de pessoas entre 10 e 24 anos, a Geração Z tem um potencial exponencial para campanhas, propagação de informações de forma absolutamente rápida, e mostra engajamento superior às demais quando falamos de mídia, aderência à novas tecnologias, potencial de compartilhamento, e, claro, busca por pertencimento, e o olhar cada vez mais crítico as informações que recebem no dia a dia à campanhas, “publis” e conteúdos de forma geral.

Comunicação com a Geração Z

geração z

O creator e influenciador Victor Trindade, dono do canal Neagle e que há anos atua com conteúdos direcionados para esse público – separou 3 dicas essenciais para se comunicar com essa geração:

  • A primeira delas é O TEMPO: seja rápido! Segundo ele, essa geração está acostumada com as novas redes sociais e principalmente o formato de conteúdo de vídeos curtos. Ou seja, você tem que entregar sua mensagem de forma rápida e concisa possível. Uma peculiaridade dessa geração é que o tempo de foco é curto, então se demorar para passar a mensagem, a pessoa já passa para o próximo vídeo.
  • O segundo ponto bem importante é fazer parte da conversa. Se você quer fazer uma propaganda no YouTube, é melhor que ela seja apenas uma parte do vídeo. Outro ponto é fazer parte e conexão com o tópico da conversa, estar antenado com o que está acontecendo no momento e as trends que estão em alta com o público.
  • Por último, mas não menos importante, é: seja próximo da Geração Z. A GenZ não é muito aberta para marketing que parece artificial, distante da realidade. Não à toa, os influenciadores e creators que se destacam são os mais naturais. “Nós gostamos do conteúdo que nós podemos fazer, que seja original e dentro do nosso alcance E para as marcas não é diferente: não pode parecer que tudo é perfeito, precisa ser sincero”, afirma Trindade.

Fotos: iStock

Leia também

Marketing digital: acompanhe 4 tendências para 2023

 

 

Tags