Escreva para pesquisar

Grupo Gaia mostra 10 valores para o sucesso de uma empresa

Uma empresa deve priorizar a felicidade dos colaboradores e ter um propósito que vá além do lucro. Essas duas ideias permearam a palestra “Match entre pessoas na era digital”, desenvolvida pelo fundador e líder do Grupo Gaia, João Paulo Pacifico (foto), durante o Brasil em Código – Conferência Internacional da GS1 Brasil, realizada em junho pela entidade.

A empresa, que atua na área de securitização, é reconhecida pela sua forma especial de gerir a equipe. A base de sucesso do time está na felicidade. “Temos o hábito de atrelar felicidade às circunstâncias da vida: ‘vou casar e ser feliz’, ‘vou conseguir aquele emprego e ser feliz’. Mas as circunstâncias representam apenas 10% da felicidade. As atitudes e os comportamentos têm um peso quatro vezes maior. Dentro da nossa empresa, queremos espalhar a felicidade para atrair talentos”, contou Pacifico. Com essa filosofia, o Grupo Gaia vem atraindo muitas pessoas, tanto que já registrou o recorde de 17 mil candidatos por vaga.

Para atingir esses objetivos, o líder do Grupo Gaia acredita que é preciso construir uma cultura organizacional forte e valores verdadeiros, ideias que ele organizou no livro Onda Azul, que se tornou um best seller. Por isso, João Paulo Pacifico criou 10 valores, que compartilhou com o público do Brasil em Código. “Parto do princípio que, numa empresa, o mais importante são os valores, e não as pessoas. As pessoas passam. Mas os valores ficam”, afirmou.

Acompanhe, a seguir, os princípios aplicados no Grupo Gaia:

1.    Pratique a gratidão

Gratidão é reconhecer o que se recebe, independentemente da motivação das outras pessoas. “Se você vai a um restaurante e o garçom te trata bem, mesmo que seja pela gorjeta, não importa. O importante é como você enxerga e age na vida”, disse. Segundo Pacifico, a gratidão aumenta a força mental, a felicidade e o humor. “Essa prática também amplia o reconhecimento entre as pessoas, que passam a enxergar o que as outras estão fazendo de bom”.

2.    Sorria e faça sorrir

Pesquisas apontam que as pessoas que sorriem mais se recuperam mais rápido do estresse.  Uma criança sorri, em média, mais de 400 vezes por dia. “Depois, quando viramos adultos, sorrimos, aproximadamente, apenas 15 vezes”, comentou.

3.    Surpreenda positivamente as outras pessoas

Para fazer frente a este valor, o Grupo Gaia desenvolve uma série de projetos sociais. A empresa criou a ONG educacional Gaia+, que tem foco em trabalhar as habilidades socioemocionais de crianças em vulnerabilidade social. “Cerca de 47 mil crianças no Brasil vivem em estado de pobreza”, afirmou Pacifico. A empresa também montou, no ano passado, uma operação que possibilitou que 8 mil pessoas reformassem suas casas em uma comunidade.

4.    Viva com garra

João Paulo Pacifico justificou este ponto com uma reflexão: “Esteja no momento presente. Metade do tempo em que estamos acordados, não estamos no momento presente. Ou você está ansioso para o futuro ou remoendo o passado”, advertiu.

Sobre a garra, ele afirma que várias pesquisas mostram que este sentimento tem uma grande correlação com o sucesso. “Todo mundo conhece um ótimo aluno, super inteligente, mas que não foi muito para frente na carreira. Ao contrário, há aqueles dedicados e persistentes que tiveram muito mais sucesso na vida”.

5. Comunique-se sincera e honestamente

A maior parte dos problemas do mundo não ocorreria se as pessoas se comunicassem de maneira sincera, honesta e gentil, segundo Pacifico. Isso implica na maneira de nos comunicarmos uns com os outros e também consigo mesmo.

“Numa situação em que se bate o carro na hora de ir para o trabalho, alguns podem dizer: “Que droga! Que vou fazer agora?”. Outros podem agir positivamente: ‘Ufa! Que bom que não me machuquei’. Sem dúvida, pessoas com essa atitude certamente terão um dia melhor. “A adversidade é exatamente a mesma. O que muda é como a encaramos”.

6. Crie valor e gere resultado

Parta do princípio que se um funcionário trabalha na empresa, então ele é, sim, relevante. Portanto, deve-se fazer com o colaborador se sinta útil dentro do negócio. “Se todos têm o seu papel, cada funcionário deve se sentir parte do todo e ter a sensação de pertencimento”.

7. Simplifique e faça mais com menos

O executivo do Grupo Gaia usou um pensamento de Albert Einstein para ilustrar esse ponto. “Qualquer tolo pode fazer algo complexo, mas é preciso ser gênio para simplificar”. É comum quando a empresa começa a crescer, criar muitas burocracias que atrapalham o andamento dos processos, que deveriam ser mais leves.

8. Fortaleça o grupo

No ano passado, o Grupo Gaia desenvolveu uma missão em que os colaboradores tinham de fazer mil pontos durante o semestre. Se atingissem a meta, a empresa levaria todos para os parques da Disney.

A ação gerou um impacto muito positivo na motivação dos funcionários e a empresa cumpriu a promessa, promovendo uma semana de diversão e integração entre a equipe.

9. Espalhe gentileza: engradeça as relações

A qualidade dos relacionamentos está totalmente correlacionada à felicidade. “Não é preciso ter muitos amigos, mas ter poucos e bons amigos”, refletiu Pacifico. Para ele, esse conceito é o maior indicador de felicidade de uma pessoa.

10. Celebre

Pacífico destacou que é muito importante celebrar grandes e pequenos momentos, mas, em geral, as pessoas esquecem de comemorar.

 

Confira o vídeo com a entrevista com João Paulo Gaia sobre a importância das pessoas na era digital, propósito e felicidade.

 

 

Foto: Jair Leite

Tags