Escreva para pesquisar

GS1 Brasil na PMA Fresh Connections 2019

Em todo o mundo, a tecnologia é a força inovadora na cadeia de produção de alimentos, desde a produção até a mesa do consumidor. O Brasil é um dos protagonistas globais na produção agrícola e tem investido em ferramentas tecnológicas no campo, inclusive com o avanço das agritechs despontando no cenário nacional.

Aliada à tecnologia, a rastreabilidade é cada vez mais fundamental para o bom andamento dos negócios. A projeção de crescimento do mercado de rastreabilidade no Brasil até 2021 (CAGR 8,7%) é maior do que a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) até 2021 (CAGR 6,7%).

Para mostrar a importância da rastreabilidade de alimentos, a GS1 Brasil participou do PMA Fresh Connections 2019 , em São Paulo (SP), no dia 21 de agosto. A sexta edição do evento, promovido pela Produce Marketing Association (PMA) – entidade que representa a indústria de hortifrutis e flores – reuniu mais de 870 produtores, fornecedores e profissionais do varejo de frutas, legumes e verduras (FLV). A programação do encontro incluiu palestras de especialistas, exposição de 62 empresas e networking entre profissionais do Brasil e exterior da indústria de hortifruti.

pma fresh connections 2019 publico

Evento reuniu toda a cadeia de FLV para discutir tendências e desafios. Foto: Divulgação

“O grande diferencial do evento é reunir todo o setor de FLV para pensar o futuro e em como se conectar com o consumidor, que deseja cada vez mais conveniência, sabor, qualidade e conhecer a origem do produto”, afirmou a representante da Associação PMA no Brasil, Valeska de Oliveira Ciré.

Consultoria de rastreabilidade

Para apoiar a cadeia de abastecimento nesses desafios, a GS1 Brasil mostrou em seu estande no PMA Fresh Connections 2019 o novo serviço de consultoria em rastreabilidade disponível para todos os setores do mercado, inclusive o de FLV. O objetivo da consultoria é avaliar a maturidade do processo de rastreabilidade da empresa, acompanhando a trajetória do produto desde o fornecimento da matéria-prima até a chegada ao consumidor. Assim, permite verificar se há necessidade de aprimorar ou adequar o sistema de rastreabilidade para identificar possíveis falhas, em qual etapa da cadeia ocorreu o problema e resolvê-lo imediatamente.

O diagnóstico de rastreabilidade, baseado na metodologia Global Traceability Conformance (GTC), é globalmente aplicado em diversos setores e aborda as oito principais normas de rastreabilidade que impactam diversos setores, sendo, portanto, a mais completa em termos de requisitos.

As empresas que conseguem implantar o processo de rastreabilidade colhem vários benefícios, como:

– atender às regulamentações locais e globais para rastreabilidade e recall

– gerar oportunidade de abertura de novos mercados e parceiros comerciais

– agregar valor às marcas e à imagem da empresa.

No caso específico do segmento de FLV, a consultoria da GS1 Brasil auxilia as empresas no cumprimento da Instrução Normativa Conjunta 02, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), publicada em 2018. A regra define os procedimentos para a aplicação da rastreabilidade na cadeia produtiva de produtos vegetais frescos destinados à alimentação humana, para fins de monitoramento e controle de resíduos de agrotóxicos, em todo o território nacional.

 

Foto: Divulgação PMA

 

 

Tags

Send this to a friend