Escreva para pesquisar

Histórias que Inspiram: Datalink ensina marketing digital aos clientes

Fabricante de fios, cabos e conectores para os segmentos de automação industrial, telecomunicações, naval, automotivo e sonorização, a Datalink usou a criatividade para enfrentar a crise causada pelo novo coronavírus.

Desde 1993 no mercado, com fábrica em Embu das Artes (SP) e cerca de 60 funcionários, a empresa sentiu os efeitos da pandemia, enfrentando redução de pedidos e devoluções, além da inadimplência dos clientes. Por conta disso, foi preciso reduzir a produção.

Mas a empresa não se rendeu à crise. “Alguns concorrentes fecharam as portas e acabamos pegando uma fatia do mercado. Mas, mesmo assim, precisávamos pensar em novas alternativas, se reinventar. Precisamos pensar em estratégia e, primeiro, entender as necessidades dos nossos clientes nos diferentes segmentos”, conta o coordenador de qualidade da Datalink, Edson dos Santos Borges.

fachada da empresa datalink

Empresa encontrou alternativas para manter os negócios na crise – Foto: Divulgação

A indústria, então, mapeou como os clientes varejistas vendiam seus produtos, como no caso do segmento de sonorização, muitos com loja física, onde a experiência do usuário final com o produto em mãos é importante. Diante disso, o desafio foi ajudar esses clientes a migrar para o comércio digital.

“Temos representantes e lojistas que vendem nossa marca e percebemos que eles não ainda estão fortes no e-commerce, muitos não sabem por onde começar. Então tivemos a ideia de dar um suporte nessa área”, diz Edson. “Começamos a explicar a importância de vender online. A cada semana, reunimos um grupo de clientes e fazemos uma videoconferência com eles”.

Consultoria digital

Esse apoio funciona como uma espécie de consultoria de marketing digital, na qual a equipe da Datalink explica as vantagens de vender online, as estratégias e as boas práticas de fazer anúncios dos produtos em lojas virtuais e em plataformas de marketplaces.

Além disso, mostra que é preciso ter dados técnicos dos produtos e informações relevantes, incluindo palavras-chave e fotos de qualidade. A Datalink disponibilizou os dados técnicos e um banco de fotos dos produtos para os clientes. “Com isso, o usuário final que vai comprar a mercadoria tem informação e sente menos necessidade de ver o produto físico para comprar”, afirma Edson.

fabrica da datalink

Datalink fornece dados técnicos e fotos dos produtos para clientes usarem no e-commerce – Foto: Divulgação

A indústria reforça também a importância de usar o GTIN para atuar no e-commerce. “Na maioria das plataformas de marketplace é obrigatório inserir o GTIN no cadastro e no anúncio do produto. O GTIN é uma informação relevante, porque está atrelado ao site Receita Federal e ao Cadastro Nacional de Produto, o CNP, da GS1. Então você aumenta relevância para o seu produto”, ressalta Edson. Já faz alguns anos que a empresa adota os padrões GS1 para atender à demanda do mercado e aprimorar os negócios com os clientes. A Datalink, inclusive, já venceu o Prêmio Automação.

A Datalink reuniu todas essas orientações importantes para o marketing digital em um vídeo didático, produzido pelos próprios funcionários, para facilitar a transmissão da mensagem aos clientes.

Resultados positivos

Edson mostra os principais ganhos desta iniciativa. “Conseguimos levar a nossa marca a um conhecimento maior do público e ajudar os nossos clientes a aumentar as suas vendas. Pensamos em todo o ecossistema. É melhor preparar meu cliente para vender do que ficar cobrando dívida”.

Segundo ele, as informações passadas aos clientes já são conhecidas do mercado, mas no segmento de cabos ainda são pouco utilizadas. Daí a importância de difundir esse tipo de conhecimento.

“No caso do segmento de cabos de sonorização, por exemplo, o usuário final é fiel às marcas que utiliza e gosta de experimentar o produto na loja. Então para vencer essa barreira e fazer esse usuário ter uma experiência online, é só municiando com informações sobre o produto. É isso que estamos passando para os nossos clientes”, diz Edson.

Aprendizado mútuo

Um ponto interessante é que, antes de ensinar aos clientes as boas práticas do e-commerce, a equipe da Datalink também precisou se preparar. “Muitas informações nós não sabíamos e tivemos de aprender. O ponto-chave é que a gente aprendeu ensinando”.

Edson conta que desde 2017 a empresa estuda implementar o próprio e-commerce e, desde então, vem acompanhando as tendências, as boas práticas do mercado e o posicionamento da marca nos mecanismos de busca. O próprio Edson, que cuida da área de qualidade, já fez cursos de SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca), analytics e de ferramentas de marketplaces para se familiarizar com esse universo.

A chegada da pandemia acelerou os planos da empresa, que, neste primeiro momento, apostou no apoio ao e-commerce dos clientes para impulsionar as vendas. De acordo com Edson, para o futuro, a Datalink avalia a possibilidade de atuar também no comércio online com foco no B2B.

Resultados e reflexões

Com esse apoio ao cliente, a Datalink colhe resultados satisfatórios. “Nossos clientes conseguiram entender o e-commerce e os produtos começaram a ter uma boa procura. Nossa marca ganhou um alcance maior, está aparecendo mais nos mecanismos de busca. Isso é bom para as equipes de vendas, porque o jeito de prospectar vai ser diferente, estamos criando mecanismos para o cliente encontrar a nossa marca”, afirma Edson.

Essa iniciativa também gerou mudanças no time de funcionários. “Todos colaboraram com ideias. É muito importante ver todos engajados”.

Edson faz uma reflexão com toda essa situação. “Esta situação é um estímulo externo para a gente extrair o máximo que a gente tem. E quando a gente extrai o máximo, consegue coisas incríveis”.

Confira o vídeo sobre a iniciativa da Datalink na pandemia

Histórias que Inspiram

A pandemia causada pela Covid-19 tem afetado a saúde, mas também gerado impactos nas empresas. Com muitas dificuldades, elas focam seus esforços para dar continuidade aos seus negócios soluções inovadoras.

Para mostrar essas histórias, a GS1 Brasil lança a série “Histórias que Inspiram”, mostrando exemplos de empresas que estão fazendo a diferença nesta crise, servindo de inspiração para outros empresários, como é o caso da Datalink.

Para participar, envie a sua história para o e-mail: noticias@gs1br.org

Foto de abertura: Getty Images

Leia também

Histórias que Inspiram: agricultores de Quatinga se unem na pandemia

Tags