Escreva para pesquisar

Hospital Oswaldo Cruz usa tecnologia em favor do paciente

Cada vez mais, a automação e a padronização ajudam a garantir a segurança dos pacientes em hospitais. Um bom exemplo é o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, fundado em 1897 na capital paulista com atuação em serviços de alta complexidade, com ênfase nas áreas de oncologia e doenças digestivas.

Há mais de uma década o hospital já utiliza o GS1 DataMatrix nos processos logísticos, e, recentemente, estendeu a aplicação deste código nas unidades de internação. Esta iniciativa possibilitou a administração do medicamento na beira do leito do paciente de uma forma mais eficiente.

Como todo o processo de prescrição, preparo e dispensação dos medicamentos é feito de forma eletrônica, o uso do GS1 DataMatrix ajuda a fazer a dupla checagem, diminuindo assim um potencial risco para o paciente. Entre os principais benefícios desse novo processo estão a diminuição do gap entre a administração do medicamento e a checagem no sistema em torno de 25 minutos, e melhoria da parceria do hospital com os outros elos da cadeia.

“O GS1 DataMatrix é importante, porque é um código único que possibilita identificar um produto desde a sua origem até a beira do leito, conferindo qualidade e segurança para o processo de medicação”, afirma a gerente de assistência farmacêutica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Alessandra Gurgel.

Provando que a automação na área da saúde só gera ganhos, o hospital ganhou o Prêmio Automação 2018 na categoria Saúde – Inovação na Segurança do Paciente.

Ficou interessado nessa história? Assista ao vídeo sobre a Hospital Alemão Oswaldo Cruz no canal da GS1 Brasil no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=raMTmf1qApg

Confira outras histórias inspiradoras que venceram o Prêmio Automação no site: www.gs1br.org/premioautomacao.

Foto: iStock

Tags

Send this to a friend