Escreva para pesquisar

Logística: conheça as 5 principais tendências do mercado

O panorama da logística brasileira segue em plena expansão.

Para acompanhar a demanda do mercado, os players do setor buscam constantemente aperfeiçoar suas estratégias com tecnologia de ponta e novas soluções que sejam mais eficientes e, sobretudo, sustentáveis.

No entanto, pensar a logística envolve muito mais do que a organização do deslocamento de produtos. Outras demandas periféricas podem aprimorar o serviço e fazer a diferença na entrega.

“A logística é uma parte significativa de muitos dos principais negócios em evidência no momento. Mas não podemos pensar nela apenas como transporte; incorporar outras ideias que otimizem os resultados é fundamental para as empresas no cenário atual. Só assim elas podem oferecer serviços e produtos de melhor qualidade ao seu público”, comenta Kleber Fernandes, diretor de qualidade e gestão técnica da Solistica, maior operadora da América Latina com soluções 3PL.

A empresa, que conta com unidades de distribuição em todo o país, tem boas perspectivas para os últimos meses do ano e lista, a seguir, cinco tendências que devem estar em alta até o fim de 2023. Confira:

1 – Geolocalização

logística

Um dos principais benefícios da geolocalização na logística é a capacidade de controlar e rastrear a mercadoria em tempo real, proporcionando visibilidade completa da localização dos produtos, plataformas de distribuição e veículos de carga.

Com ela, também é possível obter informações como o tempo de entrega e a velocidade do veículo em rota, que permitem tomar decisões mais informadas sobre pausas desnecessárias e tempos mortos.

Esses dados não só melhoram a eficiência das operações, mas ainda contribuem para a elaboração de estratégias e proporcionam uma camada extra de segurança.

2 – Tecnologia e serviços de valor agregado

Para otimizar as operações de modo que haja redução de custos, maior produtividade e uma melhor experiência do cliente, é fundamental ter um bom sistema de gestão de armazéns.

A solução permite projetar e executar uma série de processos para potencializar o armazenamento, possibilitando agilizar o fluxo de mercadorias, minimizar a manipulação delas, manter inventários precisos e garantir a correta identificação dos produtos.

Além disso, personalizar processos para gerar um sentimento de maior proximidade ao cliente final.

3 – Iniciativas ecológicas

ESG

A preocupação com o meio ambiente tem levado operadores logísticos a adotarem práticas ecologicamente corretas, desde a utilização de veículos elétricos e movidos a combustíveis menos poluentes até rotas otimizadas para eficiência dos combustíveis. A indústria está avançando na direção de reduzir sua pegada de carbono e contribuir com um futuro mais verde.

4 – Inovações de entregas de última milha

logística sem papel

Este continua a ser um ponto focal. A última milha é a etapa final de entrega, imediatamente antes de o produto chegar às mãos do consumidor. As empresas que apostarem em soluções como microcentros de atendimento, entregas coletivas, hubs estrategicamente posicionados e gestão da informação, saem na frente. Essas inovações prometem mais rapidez e uma experiência do cliente aprimorada.

5 – Integração de Inteligência Artificial

Os algoritmos de IA estão revolucionando as operações de depósito, gerenciamento de estoque e previsão de demanda.

Ao analisar grandes quantidades de dados, a empresa de logística pode otimizar estoque e reduzir desperdícios, resultando em uma cadeia de suprimentos mais eficiente.

Foto: iStock

Leia também

A união entre e-commerces, marketplaces e ESG na logística

 

Tags