Escreva para pesquisar

Logística: veja 7 estratégias para as vendas de final de ano

O final do ano se aproxima, trazendo consigo não apenas as festividades, mas também um aumento nas demandas dos clientes que buscam realizar suas compras para o Natal, Ano Novo e o retorno às aulas no próximo ano, exigindo estratégias certeiras do setor de logística. Afinal, essa temporada impacta diversos setores de comércio, desde o varejo e o e-commerce até o B2B, ou seja, atacados e distribuidores, gerando um aumento nas compras em todos os segmentos.

Nesse cenário, o setor atacadista tem a oportunidade de aproveitar o potencial da época para vender ainda mais, obtendo ganhos significativos e encerrando o ano com êxito. Prova disso é que a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, prevê um crescimento de 10% nas vendas durante as festas de Natal e Réveillon, enfatizando a importância de estar preparado para atender à crescente demanda.

Ainda nesse contexto, o setor de varejo registrou um crescimento mensal de 0,6% em setembro, fechando o terceiro trimestre com um aumento de 1,3%, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Isso torna as perspectivas para o fim do ano ainda mais positivas e é uma oportunidade de aproveitar o momento para bater (ou superar) as metas estabelecidas para seu negócio. Diante desse cenário, a CNC (Confederação Nacional do Comércio) revisou a previsão de crescimento das vendas do varejo para +2,4% em 2023.

E, para além dos ganhos monetários, demonstrar preocupação com os clientes e consumidores e manter o comprometimento com futuras parcerias de negócios são peças-chave para fortalecer a confiança e fidelizar ainda mais sua carteira. Ou seja, agregar valor e demonstrar envolvimento pessoal vai enfatizar a responsabilidade da empresa e terá um impacto positivo na disposição futura de parceiros de negócios em continuar a colaboração, além de fortalecer a sua marca.

Estratégias logísticas para as vendas de fim de ano

logísticaAcompanhe, a seguir, algumas dicas essenciais para preparar seu negócio. Elas são do diretor da onBlox, empresa do Grupo Máxima que desenvolve softwares logísticos comercializados em módulos para a cadeia de abastecimento, Fabrício Santos.

1. Otimize o armazenamento e o estoque

O primeiro passo para uma logística eficiente no final do ano é otimizar esses pontos. Isso envolve não apenas a organização física do armazém, mas também a gestão inteligente do inventário.

Então, é importante utilizar técnicas de armazenamento vertical para maximizar o espaço disponível, assim como os sistemas automatizados, que melhoram a precisão e a velocidade na localização de itens. Vale ressaltar que softwares de gestão de estoque são fundamentais para manter um controle rigoroso sobre os produtos estocados, evitando tanto a escassez quanto o excesso de itens.

2. Garanta uma entrega pontual

Esse é um dos aspectos mais importantes da logística de final de ano. Afinal de contas, atrasar pedidos no Natal e no Ano Novo traz diversos prejuízos para os clientes e para a reputação do seu negócio.

Por isso, é essencial planejar rotas de entrega eficientes e considerar alternativas como pontos de coleta, terceirização de parte da demanda ou parcerias com lojas locais para facilitar a entrega e reduzir a pressão sobre os sistemas de transporte.

Sistemas de roteirização inteligente podem auxiliar muito na melhor tomada de decisão e baixar os custos das entregas.

3. Comunicação clara com os clientes

Esse ponto envolve informações sobre prazos de entrega, políticas de devolução e possíveis atrasos. Utilizar e-mails, SMS, WhatsApp e redes sociais para manter os clientes atualizados sobre o status de seus pedidos e gerenciar suas expectativas são possibilidades para atingir esse objetivo. Dessa forma, a empresa passa confiança e transparência aos compradores, o que contribui para uma boa imagem do negócio.

É essencial, também, estar preparado para ajustar rapidamente os planos em resposta a mudanças inesperadas na demanda ou desafios logísticos. Além disso, não podemos nos esquecer que, para fazer uma ação comercial bem sucedida, todas as áreas da empresa têm que ser envolvidas.

4. Foco na tecnologia

Esse é um apoio fundamental na logística nesta época. Por isso, o uso de ferramentas como softwares de gestão de estoque, sistemas de rastreamento de pedidos, montagem e controle de rotas e ferramentas de análise de dados para otimizar operações e tomar decisões baseadas em informações precisas, são grandes aliados.

A automação e a inteligência artificial também desempenham um papel crucial na otimização dos processos logísticos. Afinal, com essas novidades é possível economizar tempo e criar estratégias cada vez mais assertivas, evitando erros e otimizando resultados.

5. Não foque apenas nas festas de final de ano

Embora o Natal e o Ano Novo sejam datas de peso para o varejo, é preciso ficar atento ao fato de que dezembro e janeiro também são meses de férias escolares e verão no Brasil.

As férias escolares e de trabalho, variando regionalmente, afetam a logística. Assim, as empresas devem adaptar suas estratégias de entrega para atender às demandas específicas de cada região, equilibrando estoques e recursos de transporte. Por isso, focar em campanhas para esses momentos e estudar o público-alvo dessas demandas é essencial. As compras de “volta às aulas” também aumentam significativamente no início do ano.

A colaboração com fornecedores e a utilização de tecnologias de previsão de demanda são essenciais para evitar rupturas de estoque e atrasos na entrega. Portanto, é necessário preparar seu estoque e logística e criar campanhas que abranjam esses períodos, muitas vezes esquecidos por algumas empresas.

7. Avaliação pós-temporada

Após o período de final de ano, é interessante fazer uma avaliação focada especialmente na logística. Analisar o desempenho em relação aos objetivos estabelecidos e identificar sucessos e áreas que precisam de melhorias é essencial para aprimorar os processos e estratégias, garantindo uma melhoria contínua na eficiência logística para o próximo ano.

Dessa forma, sabemos que a temporada de final de ano no setor atacadista distribuidor é uma janela de oportunidades para a monetização e a fidelização de clientes. Mas para que a estratégia de vendas seja positiva, é necessário que a empresa esteja pronta para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que o período apresenta. Uma logística eficiente não só atende às expectativas dos clientes, mas também estabelece as bases para um ano novo de sucesso e crescimento.

Foto: iStock

Leia também

5 dicas para aprimorar o sistema de delivery na empresa

Tags