Escreva para pesquisar

Microcrédito consciente é essencial para as PMEs crescerem

O direito ao microcrédito é fundamental para que as microempresas possam enfrentar momentos de dificuldade financeiras, montar seu primeiro negócio ou até mesmo investir no crescimento de sua atividade atual.

Mas, na prática, o acesso ao microempreendedores ao microcrédito no Brasil é muito restrito.

Segundo dados do Relatório de Cidadania Financeira 2021, realizado pelo Banco Central, mostra que em 2020, mais de 60% dos microempreendedores individuais (MEIs) que procuraram crédito para quitar dívidas ou investir em seu negócio ouviram um “não” como resposta das instituições financeiras procuradas.

Carlos Eduartdo Crefaz

Carlos Eduartdo da Crefaz. Foto: divulgação

“Se por um lado é urgente ampliar a oferta de opções de crédito, por outro, é imprescindível investir no chamado microcrédito consciente. Caso contrário, as pequenas empresas atingem níveis de comprometimento de renda e endividamento que superam o que é financeiramente gerenciável. O resultado: inadimplência”, destaca o CEO da Crefaz, Carlos Eduardo Navarro Ribeiro.

Nesse cenário, a educação financeira e o microcrédito consciente são fundamentais para que aos microempreendores possam, de um lado, ter o crédito que tanto necessitam para superar momentos de crise e, do outro, usarem com sabedoria esse financiamento, para que não caiam na inadimplência e tenham o “nome sujo na praça”.

E o que é exatamente o microcrédito consciente?

homem mexendo em notas de real

O microcrédito consiste em levar financiamento para as pessoas ou microsetores que não têm acesso a outras formas tradicionais de crédito.

Esses valores permitem o uso de recursos no presente, com pagamento parcelado em geral em prazos que vão de um a quatro anos.

E o microcrédito consciente é o uso desse financiamento de forma sustentável.

Nesse sentido, a educação financeira deve ser promovida tanto pelo setor público como pela iniciativa privada, esclarecendo principalmente as dúvidas.

O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), por exemplo, além de oferecer conteúdo sobre crédito, traz cursos online gratuitos sobre o tema, com aulas sobre planejamento, noções de empresa e mercado, microcrédito produtivo orientado, capital de giro e fluxo de caixa, entre outros, com foco nas microempresas e microempreendedores.

“O acesso ao crédito é fundamental em situações de emergência e em momentos de investimento, mas é essencial que o usuário de serviços financeiros saiba muito bem o que está contratando e quanto pagará por eles.”, finaliza Carlos Eduardo.

Foto: iStock

Leia também

Como se adaptar ao cliente que chega pelo WhatsApp? 

Tags

Send this to a friend