Escreva para pesquisar

Natal: conheça as 3 categorias mais presenteáveis

A melhora na economia – a exemplo da menor taxa de desemprego desde 2014 e do oitavo resultado trimestral positivo consecutivo do PIB – tem tudo para impactar positivamente as compras de presentes de Natal. Dentro desse contexto, três categorias se destacam: higiene & beleza, chocolate e panetone. Juntas, elas somaram R$ 1,7 bilhão em presentes na última comemoração.

As informações da Kantar, líder em dados, insights e consultoria, apontam que 18% do faturamento da cesta de Higiene & Beleza em dezembro é relativo a presentes – número fica abaixo apenas das compras de Dia das Mães, com 25%. Em 2022, 9,7 milhões de pessoas ganharam lembrancinhas da categoria. Cada uma recebeu, em média, 3,4 unidades e o equivalente a R$ 84,27.

Os maiores desembolsos em Higiene & Beleza com presentes natalinos se referiram a Perfumaria (47,2% de importância em valor em dezembro de 2022) e a Creme Corporal (17,5%). Ambos, no entanto, cederam espaço para opções mais acessíveis. Isso porque 1/3 do faturamento da categoria foi composto por mimos de até R$ 29.

Os queridinhos do Natal

Em relação à cesta de chocolates, 24,6 milhões de pessoas receberam a delícia de presente em dezembro de 2022 – o que corresponde a 17% dos indivíduos. Cada um deles ganhou em média 360 gramas e o equivalente a R$ 18,87.

Os maiores gastos foram direcionados aos bombons. Isso porque o formato tem preço 10% abaixo da média dos presentes natalinos e acaba sendo muito oferecido por sua característica de compartilhamento. Vale destacar que a maior parte dos mimos dentro da cesta (55,1%) ficou na faixa de preço entre R$ 10 e R$ 19.

O panetone, por sua vez, é a categoria símbolo do Natal. O volume via presentes cresce a cada ano. Entre 2020 e 2021, por exemplo, apresentou alta de 76% em consumo – reflexo da recuperação pós-confinamento. E entre 2021 e 2022, teve mais 3% de aumento em volume.

O tradicional, de frutas, é líder e avança continuamente entre as opções de presente. Em 2022, apresentou 44,9% de importância em volume. A maior parte dos panetones comprados para presente na última comemoração se concentrou em tamanhos de 500 gramas ou mais (48%) com destaque para versões recheadas/ com cobertura.

“Os canais de compra devem levar em conta que dezembro é um mês em que há diversos estímulos além da média – férias, festas, compromissos, comunicação in e outdoor, online e offline, presentes, entre outros. Nesse sentido, não apenas preço, mas conveniência, rapidez e sortimento adequado podem fazer a diferença na disputa pela preferência do consumidor”, ressalta Luisa Teruya, Gerente de Marketing da Kantar.

Foto: iStock

Leia também

Sazonalidade: 4 dicas para manter e engajar consumidores

Tags

Send this to a friend