Escreva para pesquisar

Novas empresas: veja as atividades econômicas mais escolhidas

No primeiro semestre de 2023, o Brasil registrou a abertura de 2,1 milhões de novas empresas, de acordo com o “Panorama B2B – O índice Cortex com todas as empresas do Brasil em 2023”, relatório realizado pela Cortex, referência em inteligência de vendas B2B na América Latina.

O estudo foi realizado a partir da pesquisa e análise de informações do banco de dados proprietário da solução de Inteligência de Vendas B2B da Cortex. Para chegar aos resultados obtidos, foram utilizados, especificamente, dados de novas empresas abertas e as fechadas no primeiro semestre de 2023.

Tendências para novas empresas

A pesquisa identificou as atividades econômicas mais abertas no primeiro semestre deste ano pelas novas empresas e elencou as cinco principais. Veja a seguir:

1 – Promoção de vendas (105.799)

2 – Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (91.695)

3 – Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (79.101 )

4 – Cabeleireiros, manicure e pedicure (71.263)

5 – Obras e alvenaria (49.913)

Ainda de acordo com a pesquisa, 84,7% das empresas abertas se enquadram no Simples Nacional. O Sudeste concentra a maior parte das empresas abertas, somando mais de 1 milhão de novos CNPJs abertos; seguido pela região Sul, com 404 mil; Nordeste, com 340 mil; Centro-Oeste, com 203 mil; e Norte, com 107 mil.

Fechamento de empresas

Em relação ao fechamento de empresas no período analisado, o “Comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios” foi a atividade econômica que mais perdeu, com 59.454. Promoção de vendas ficou em segundo lugar, com menos 40.624 companhias.

Já o CNAE “Cabeleireiros, manicure e pedicure” ficou na terceira posição, com 25.712 CNPJS encerrados. “Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo” perdeu 25.699 empresas, enquanto “Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares” foram 24.770. No geral, foram 1,1 milhão de empresas fechadas no primeiro semestre de 2023, crescimento de 29,9% que o mesmo período do ano anterior.

Informações adicionais do estudo

  • Panorama geral dos salões de beleza: o país conta com 861 mil empresas ativas dentro desta atividade econômica. Destas, 359,7 mil são matrizes e 1,3 mil são filiais. Em relação ao porte, 99,6% são microempresas e 0,4% são pequenas.
  • Panorama geral das lojas de roupas e acessórios no Brasil: o país conta com 1,1 milhão de empresas ativas dentro desta atividade econômica. Destas, 1,06 milhão são matrizes e 425 mil são filiais. Em relação ao porte, 95,7% são microempresas, 3,8% são pequenas, 0,3% são médias e apenas 0,2% são grandes.

Foto: iStock

Leia também

MEI: mudanças nas regras devem beneficiar empresas

 

Tags