Escreva para pesquisar

NRF 2023: confira os 3 principais tópicos do evento

Gustavo Pipa da Capgemini Brasil

Gustavo Pipa da Capgemini Brasil. Crédito: divulgação

O setor de Varejo já está na expectativa pelas novidades que serão apresentadas na NRF (National Retail Federation), que ocorre entre os dias 14 a 17 de janeiro, em Nova York.

Por isso, Gustavo Pipa, Diretor de Relacionamento para Varejo e Bens de Consumo da Capgemini Brasil, lista quais são as 3 tendências-chave na indústria que estarão presentes nos cases, estandes e projetos que serão apresentados da NRF desta ano. Confira!

1 – Dados para quê?

dados

Quem me conhece sabe que não canso de falar sobre esse tema.

E isso porque, desde 2017, são as informações relevantes e segmentadas que garantem, cada vez mais, a melhoria das experiências dos consumidores.

Já sabemos que a user experience é pilar para um desenvolvimento sustentável.

E o que os dados têm a ver com isso? TUDO.

É urgente tratar a fidelidade do cliente como prioridade, atuar na personalização em escala, com um marketing assertivo (com uma escolha cirúrgica do canal a ser utilizado e o momento ideal para cada campanha).

E isso virá através dos dados, um dos maiores ativos para o varejista.

Conhecer o consumidor e entender suas atitudes e preferências pode fazer toda a diferença.

2 – Novos canais digitais

metaverso

O metaverso foi um dos assuntos mais discutidos em 2022 na NRF, e a expectativa para esta edição 2023 é que se expanda o olhar sobre novos canais digitais.

Há inúmeras oportunidades na exploração de experiências virtuais utilizando tecnologias disruptivas e o próprio metaverso, agregando um valor significativo às marcas.

Vejo que a junção do mundo fisico e do on-line estão trazendo combinações incríveis.

As compras no metaverso, com entregas no mundo real, tendem a crescer exponencialmente.

Uma vitrine, sem dúvidas, com muito a ser explorada.

E as empresas precisam estar prontas para esse novo caminho na medida em que a demanda dos consumidores cresça.

Outro ponto importante é o alcance e a relevância desse tipo de experiencia para a geração Z: quem sair na frente terá ampla vantagem competitiva junto ao público jovem.

3 – Sustentabilidade

sustentabilidade

Se o consumidor está cada vez mais disposto a valorizar iniciativas sustentáveis, é também neste sentido que vejo as empresas ampliando seus horizontes e investimentos.

A origem dos produtos, como reutilizá-los ou reduzir o desperdício.

Tudo isso conta na hora da compra e aí está, portanto, um ponto crítico dentro das organizações, que tem colocado em cheque o grau de relevância e competitividade de grandes empresas já consolidadas.

Todo o varejista – pequeno, médio ou grande – pode (e deve) trabalhar de forma cada vez mais transparente e colaborativa para reduzir seu impacto ambiental.

Esse precisa ser um compromisso de todos e, assim também, deve estar integrado na estratégia corporativa dos varejistas.

Quem mais — como eu — não vê a hora de se aprofundar em tudo de novo que vai rolar na NRF 23?

NRF 2022

Em 2022, o estudo “What Matters to today’s Consumer (“O que importa para o consumidor de hoje”, em tradução livre para o português)”, desenvolvido pelo Capgemini Research Institute e lançado durante a Feira, confirmou tendências já conhecidas, principalmente em relação às transformações causadas pela crise sanitária do COVID, o report ainda trouxe importantes descobertas para o setor, como a preferência das novas gerações, em especial a Z e os Millenials, em adquirir produtos diretamente das marcas.

Outro ponto que se destacou foi que mais da metade dos entrevistados se mostraram dispostos a compartilhar dados para realizar negócios com fornecedores, uma vez que anseiam por uma experiência mais aprofundada e individualizada.

A sustentabilidade também mostrou um papel significativo na hora de decidir de quem ou de qual marca comprar, principalmente entre o público mais jovem.

Foto: iStock

Leia também

Inovação tecnológica: conheça 4 tendências para 2023

 

Tags