Escreva para pesquisar

Os novos 4Ps do marketing: como utilizar na sua empresa?

A maior conferência de tecnologia e transformação digital do mundo, o Web Summit 2020, revelou que uma das 14 tendências para o mundo moderno são os Novos 4Ps do Marketing, segundo os insights do evento publicados no o e-book da Oasislab.

Segundo a publicação, Praça, Preço Produto e Promoção, criados em 1960 pelo professor McCarthy, da Universidade de Michigan, e amplamente difundidos por Philip Kotler, ganharam um merecido descanso.

Jane Wakely, CMO da Mars Pet Nutrition, trouxe uma releitura que se adapta muito mais à era das plataformas.

Os novos 4Ps são:

1 – P (Pulse): descrevendo a empatia, o medir o pulso, a necessidade de ter ferramentas saber o que o cliente está achando de seu produto ou empresa.

2 – P (Purpose): p=Propósito.

3 – P (Performance): com ênfase na análise do desempenho, ser pragmático para a tomada de decisão, interpretando dados de forma permanente e ajustando a oferta de valor o tempo inteiro.

4 – Pace: na ideia de ritmo, de ser ágil, de ter velocidade.

Da certeza de que o feito é melhor que o perfeito, mas nunca de qualquer jeito. Que devemos ter pressa em resolver os problemas usando o digital.

Luiz Fernando Gomes Pinto, do Senac. Crédito: divulgação

Em entrevista ao Portal de Notícias da GS1 Brasil, o coordenador da graduação de Tecnologia em Marketing do Senac, Luiz Fernando Gomes Pinto, lembra que o conceito dos 4Ps criados por McCarthy, em 1960, ainda está presente na atividade de Marketing, que consiste em desenvolver produtos e serviços que atendam às necessidades e desejos dos consumidores, a um preço que esteja dentro de suas expectativas, distribuídos por meio de canais de vendas (praça) de sua conveniência e divulgado em meios de comunicação (promoção) que possam melhor impactá-lo.

“No entanto, as mudanças sociais e tecnológicas ocorridas nas últimas duas décadas demandam uma maior amplitude do conceito, que contemple as mudanças na forma de viver e, principalmente, de consumir”.

Entenda o significado dos novos 4 Ps e como aplicar na sua empresa

Segundo Luiz Fernando, é necessário contemplar as mudanças no comportamento do consumidor, especialmente as relacionadas ao mundo virtual. Por isso é pertinente a proposta de releitura dos 4Ps de Jane Wakely, CMO da Mars Pet Nutrition.

Desta forma, o especialista detalha como podem ser aplicados os Novos 4 Ps do marketing na sua empresa. Confira:

1 – Pulse (empatia com o consumidor)

A empatia com o consumidor (Pulse) pode ser explorada por meio de plataformas que utilizam sistemas de gestão da experiência do consumidor, aliados a inteligência artificial.

A integração de ambos os recursos proporciona um melhor conhecimento dos hábitos de compra de cada consumidor, permitindo que as organizações ofertem produtos ou serviços de acordo com o perfil de cada consumidor.

Na Pet Nutrition, divisão de cuidados com animais de estimação da Mars, da qual Jane Wakely é CMO, a empatia, ou seja, se colocar no lugar do consumidor para entendê-lo melhor, é um valor central.

Além de ter um profundo conhecimento da categoria de cuidados com animais de estimação, a empresa adota uma abordagem para a inovação que busca aproveitar parcerias com startups que são apaixonadas pelos animais de estimação, proporcionando a criação de serviços e produtos integrados que transformam e atendem melhor às necessidades dos animais de estimação e seus donos.

2 – Purpose (Propósito)

O propósito, segundo Wakely, contempla a ideia de que as organizações devem usar os recursos em investimentos que permitam criar o mundo que queremos que nossos filhos herdem, sem perder de vista a performance.

Essa perspectiva de Propósito contribui diretamente para motivar os funcionários da empresa a aplicarem sua criatividade e paixão na solução de problemas, contribuindo para gerar vantagem competitiva.

3 – P (Performance) e 4 – Pace (Ritmo)

A Perfomance e o Ritmo podem ser explorados pelas organizações por meio da adoção da estratégia de Agile Marketing aliada a metodologias como, por exemplo, o Mínimo Produto Viável (MPV).

Enquanto a estratégia de Agile Marketing é uma metodologia ágil que permite à organização gerir os projetos de uma empresa de forma acelerada e com objetivos claros, a metodologia MPV possibilita a realização de testes em protótipos de produtos antes de seu lançamento, por meio de uma versão reduzida e simplificada do produto que se pretende ofertar.

O Agile Marketing, portanto, viabiliza que as empresas respondam rapidamente às mudanças do mercado, de forma colaborativa e focada no consumidor.

Para Gomes Pinto, ao ter empatia pelo consumidor, propósitos que beneficiem a sociedade e um ritmo ágil para se adaptar as mudanças, a organização tenderá a ter uma performance superior à dos concorrentes.

“Porém, para que a performance superior seja sustentável, é fundamental que os outros três Ps de Wakely se adaptem continuamente as mudanças sociais e tecnológicas. Um dos grandes desafios das organizações é justamente identificar antecipadamente as mudanças sociais e tecnológicas. Mas como pregava Peter Drucker, a melhor estratégia não é prever o futuro, mas criar o futuro”, finaliza.

Leia também

Web Summit 2020: confira 14 tendências extraídas do evento 

 

Tags

Send this to a friend