Escreva para pesquisar

PMEs respondem por 8 em cada 10 empregos de outubro

Os dados de outubro mostraram que as pequenas e médias empresas (PMEs) foram responsáveis por cerca de oito a cada dez novas vagas de trabalho criadas no país, segundo dados do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O saldo positivo de empregos gerados por empresas foi de quase 160 mil, sendo que os pequenos negócios responderam por 79% das contratações.

Entre os setores analisados, as micro e pequenas empresas apresentaram vagas de empregos criadas em todos, enquanto médias e grandes registraram saldo negativo na construção civil e na extrativa mineral.

No acumulado de 2022, PMES foram as que mais geraram empregos

Levando em consideração o ano todo, o Brasil contabilizou mais de 2 milhões de empregos. Desses, 71% por meio de micro e pequenas empresas.

Setores que mais geraram empregos

equipe com diferentes perfis diversidade

Entre os sete setores da economia analisados, as micro e pequenas empresas apresentaram saldo positivo em todos, enquanto médias e grandes empresas registraram saldo negativo na construção civil e na extrativa mineral.

Na área de serviços, por exemplo, o saldo de geração de empregos dos pequenos negócios foi de 60,2 mil, enquanto médias e grandes empresas aumentaram seus quadros em 29,1 mil novos contratados.

A geração de empregos pelos pequenos negócios no comércio também foram bem superiores: quase cinco vezes mais do que a de médias e grandes – 39,1 mil contra 8,3 mil, respectivamente.

No acumulado de 2022, as micro e pequenas empresas do setor de serviços foram as que mais geraram empregos, com 850.781 novos empregos, além de 274.679 postos na construção civil e 262.143 no comércio.

Foto: iStock

Leia também

Cidades inteligentes: pesquisa do Sebrae-SP exibe tendências 

 

Tags