Escreva para pesquisar

Qual é o comportamento do consumidor de e-commerce no Brasil?

A ascensão da tecnologia e a facilidade de comprar com apenas um clique tem atraído cada vez mais o consumidor brasileiro para o e-commerce. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), estima-se que o faturamento das vendas deste segmento chegue a R$ 79,9 bilhões em 2019, representando crescimento de 16% com relação a 2018. Para mapear as principais tendências deste mercado, a Nuvem Shop, plataforma de e-commerce líder na América Latina, acaba de realizar a quarta edição do NuvemCommerce – Relatório Anual de Comércio Eletrônico 2018. Acompanhe alguns insights do levantamento.

Segmentos de preferência

De acordo com o estudo, o segmento de moda e vestuário  dominou o mercado de e-commerce em 2018, seguido de saúde e beleza, acessórios, comidas e bebidas, e por fim, eletrônicos. Com relação ao número de vendas, moda e vestuário representa 38% das transações; outros segmentos 17,9%; Saúde e Beleza, 12,4%, Acessórios, 11,5%; e Casa e Jardim, 4,9%.

Meios de pagamento

O levantamento indica que o meio de pagamento mais utilizado pelos consumidores em 2018 foi o PagSeguro (46,8%), seguido de Mercado Pago (15,8%) e Wirecard (13,9%). Em relação ao frete, os Correios representaram 58% das vendas, frete personalizado,34,6%, e retirada física, 4,1%.

Mobile x Desktop

De acordo com o relatório, em 2017, as vendas via desktop eram superiores (55%) às transações mobile (45%) e as visitas às lojas online por meio de dispositivos móveis representavam 69%, contra 31% no desktop. Contudo, em 2018, o cenário inverteu-se e 53,8% das transações foram realizadas via mobile e 46,2% por desktop. Além disso, 66% das visitas às lojas foram via dispositivos móveis e 34% pelo desktop.

Redes sociais

As vendas por meio das redes sociais representaram 21% do total de transações no ano de 2018. Oito em cada dez visitas e uma em cada quatro vendas foram geradas por meio desses canais, especialmente via Instagram e Facebook. O Instagram foi o grande campeão em vendas e representou 59% das transações, enquanto o Facebook ficou em 37%. Já  o Youtube respondeu por 3% e o Pinterest por 1%.

Campanhas de marketing

O estudo indica que 12,1% dos lojistas utilizam e-mail marketing como estratégia de vendas, e consequentemente, notam o aumento de visitas ao site e nas vendas. Contudo, 18,2% utilizam este recurso, mas não percebem um crescimento no engajamento em seus canais. Além disso, 58,8% dos e-commerces ainda não usam e-mail marketing, mas pretendem empregá-lo futuro e 11,5% não tem interesse em empregar esta estratégia.

Foto: iStock

Tags

Send this to a friend