Escreva para pesquisar

Tags:

Sudeste perde representatividade em vendas online

A Social Miner, empresa especializada em dados de comportamento do consumidor online, lançou o Relatório de Comportamento do Consumidor Brasileiro em 2019, que revela detalhes sobre o desempenho das lojas online e insights sobre o comportamento dos consumidores.

A empresa analisou sua base, composta por cerca de 41 milhões de cadastros, sendo 23,15% referentes a e-commerces de Varejo de Nicho, 15,41% de Beleza e Saúde e 14,16% de Moda, entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2019.

De acordo com o relatório que revelou a performance dos e-commerces, março, mês do consumidor, teve destaque em volume de visitas únicas, com representatividade de 8,29%. Em seguida maio, mês das mães, registrou um pico maior, com importância de 9,18%. Mas novembro, com a Black Friday, foi o período que concentrou o maior percentual de visitas do ano: 11,12%.

Dispositivos

Em 2019, o desktop foi o dispositivo mais utilizado para compras pela internet com representatividade de 58,6%, enquanto 41,4% dos consumidores optaram por comprar usando dispositivos móveis, como smartphones.

As categorias de Beleza e Viagem e lazer registraram maior volume de vendas realizadas pelo mobile. Já a de Eletrônicos e Informática tem maior índice de vendas pelo desktop.

Categorias em destaque

O segmento que mais atraiu o público para os sites em 2019 foi o de Moda e Acessórios, com representatividade de 20,2%. Em seguida, Eletrônicos e Informática aparece com 18,25% e Multicategoria com 16,5% do volume de visitas únicas.

Mulheres compram mais online

A pesquisa revelou que as pessoas que se declararam do gênero feminino foram as que mais compraram em 2019, com 60,8% dos pedidos feitos, contra 39,2% feitos por homens.

A categorias de Beleza teve 84,6% das vendas realizadas para o público feminino. Enquanto isso, na categoria de Eletrônicos e Informática, a maior representatividade foi do público masculino, responsável por 93,3% das vendas da categoria.

Logística

O Sudeste detém a maior representatividade em vendas online. No entanto, o estudo aponta queda entre 2018 e 2019, quando passou de 67,29% das conversões para 61,72%.

Por outro lado, as outras regiões do país registraram um crescimento no volume de pedidos, com destaque para Sul e Nordeste, que cresceram, respectivamente, 2,44 e 1,73 pontos percentuais, passando de 12,54% para 14,98% e de 12,32% para 14,05%, de 2018 para 2019.

No País, os Estados que concentrara o maior volume de vendas em 2019 foram: São Paulo (36,47%), seguido por Rio de Janeiro (12,03%) e Minas Gerais (10,3%).

Foto: Getty Images

 

Tags