Escreva para pesquisar

Tecnologia e padronização na saúde são tendências globais

As soluções tecnológicas estão cada vez mais presentes no setor de saúde, trazendo melhorias significativas na segurança do paciente, no diagnóstico e atendimento médico.

Por ser tão relevante atualmente, este foi o tema principal da 35ª Conferência Global de Saúde GS1, realizada entre 26 e 28 de março de 2019 na Holanda. O encontro reuniu 415 profissionais, de 49 países, para trocar experiências e debater os principais desafios relacionados à segurança do paciente e eficiência na cadeia da saúde.

A conferência contou com 76 palestrantes e apresentou as aplicações dos padrões GS1 nas indústrias farmacêuticas, hospitais, provedores de soluções tecnológicas e órgãos governamentais.

“No encontro, foram apresentadas as tecnologias da GS1 que podem ajudar no setor, como os códigos GS1 DataMatrix, EPC/RFID, entre outros. O grande destaque é que, cada vez mais, os países tem adotado os padrões GS1 tornando o setor numa grande cadeia global padronizada”, conta o executivo de desenvolvimento setorial da GS1 Brasil, Marcelo Sá, que representou toda a América Latina no evento.

“A GS1 Brasil participou como motivadora, já que fazemos parte do Grupo de Líderes do Setor da Saúde da GS1 Global”, explica Sá.

Entenda os benefícios do GS1 DataMatrix na área da saúde

O GS1 DataMatrix é um código bidimensional que permite a codificação de uma grande quantidade de informações em um espaço compacto.

Ele possibilita a identificação única e a rastreabilidade de medicamentos e produtos para a saúde ao longo de toda a cadeia de abastecimento – desde a saída do laboratório, passando por distribuidores, hospitais, postos de saúde e farmácias, até o consumidor final.

Foto: iStock

 

Tags