Escreva para pesquisar

Tecnologias contemporâneas impulsionam negócios no varejo

O varejo, como um dos setores mais dinâmicos da economia, assume papel fundamental no desenvolvimento social e econômico do Brasil e do mundo.

Em constante transformação, o setor se reinventa continuamente para atender às demandas de um público cada vez mais conectado e exigente. Nesse contexto, as tecnologias contemporâneas emergem como ferramentas essenciais para o crescimento e a competitividade das empresas varejistas.

“A inteligência artificial, a análise de dados, a automação e o omnichannel são algumas das tecnologias que revolucionam o varejo. A inteligência artificial permite personalizar a experiência do cliente, oferecendo produtos e serviços relevantes. A análise de dados fornece insights valiosos sobre o comportamento do cliente e as tendências do mercado. A automação otimiza processos e reduz custos. E o omnichannel integra os canais de venda físicos e digitais, proporcionando uma experiência fluida ao cliente”, afirma Nelson Roberto Furquim é professor do Programa de Pós-Graduação em Administração do Desenvolvimento de Negócios do Centro de Ciências Sociais (CCSA) e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Essas tecnologias abrem um leque de novas possibilidades de negócios para o varejo.

“O marketplace, por exemplo, permite que pequenos e médios varejistas vendam seus produtos em uma plataforma única, ampliando seu alcance e competitividade. O social commerce utiliza as redes sociais para vender produtos e serviços, criando uma experiência de compra mais interativa e social. E o subscription commerce oferece produtos e serviços por assinatura, fidelizando clientes e gerando receita recorrente”, diz Furquim.

Varejo e novas soluções

inteligência artificial

Novos formatos de varejo também surgem como resposta às mudanças no comportamento do consumidor.

As lojas físicas se transformam em espaços de experiência, onde o cliente pode interagir com os produtos e serviços de forma inovadora.

Para Furquim, o click-and-collect permite que o cliente compre on-line e retire o produto na loja física, combinando a conveniência do atendimento on-line com a experiência física. “E o dark store é um modelo de loja sem atendimento ao público, focado na entrega rápida e eficiente de produtos”, diz.

A conveniência para o cliente é um dos principais benefícios das tecnologias contemporâneas no varejo.

“O cliente pode comprar on-line a qualquer hora e em qualquer lugar, comparar preços com facilidade, receber produtos em casa rapidamente e ter acesso a um atendimento personalizado. Essa experiência de compra mais ágil e personalizada fideliza os clientes e aumenta a competitividade das empresas”, ressalta Furquim.

Segundo Furqum, o futuro do varejo aponta para um modelo mais colaborativo, em que as empresas se unem para oferecer soluções completas ao cliente. O marketplace, por exemplo, é um exemplo de colaboração entre varejistas. “A integração entre os canais de venda físicos e digitais também é essencial para atender às expectativas do cliente omnichannel”, destaca.

Empresas que investem nessas tecnologias estarão preparadas para atender às demandas crescentes do mercado, ganhar vantagem competitiva sobre seus concorrentes, definir sua posição no mercado, gerar valor a seus clientes, aumentar seus ganhos financeiros, criar oportunidades de empregos e, assim, garantir seu sucesso no futuro.

Foto: iStock

Leia também

Varejo: 3 dicas para estimular o crescimento da forma correta em 2024

Tags