Escreva para pesquisar

Transformação digital desempenha papel relevante na pandemia

Um novo jeito de pensar os processos da experiência do cliente: essa é uma definição simples para transformação digital.

Este conceito, de jornadas digitais nas empresas, tem se disseminado em âmbito global e ganhado tração extra nesta pandemia.

TOTVS fala sobre transformação digital

Elói Prado de Assis, da TOTVS. Créditos: divulgação

Em entrevista ao Portal de Notícias da GS1 Brasil, o diretor executivo de varejo e distribuição da TOTVS, Elói Prado de Assis, ressalta a pesquisa da Forrester, que prevê as interações digitais com consumidores globalmente crescendo 40% em 2021 e criando, assim, uma pressão para que as empresas criem produtos e serviços cada vez mais adequados a esse comportamento dos clientes.

“Será necessário se adaptar ao comportamento de consumidores que estão cada vez mais digitalmente transformados. As empresas que se adaptarem a essa mentalidade não só atenderão melhor seus clientes, como também irão prover ambientes mais atrativos para seus funcionários”, explica.

A transformação digital é uma jornada que depende da combinação entre investimentos tecnológicos que garantam essa digitalização e uma mudança na cultura interna, que exige uma nova forma de atuação e novos processos.

“Ela envolve mudança de cultura, mentalidade, pessoas e processos. Enfim, ferramentas, operações, tudo isso junto e que possibilita uma transformação digital mais efetiva para que seja potencializada”, acrescenta o Business Partner da consultoria boutique de business performance, Sponsorb, Fernando Moulin.

Transformação digital será um dos legados da pandemia

A pandemia pela Covid-19 acelerou a transformação digital das empresas, de acordo com CEOs brasileiros.

Segundo a pesquisa global CEO Outlook 2020, realizada pela consultoria KPMG, 67% dos executivos ouvidos afirmaram que a digitalização das operações teve avanços que colocaram negócios meses e até anos à frente do que eles esperavam.

“Com certeza a aceleração e essa mudança para o mundo mais digitalizado será um dos legados que a pandemia vai deixar. Esse processo já vinha ocorrendo, mas em uma taxa de velocidade diferente. Então, essa taxa se intensificou e o que vamos ver é um mundo pós-pandemia bem mais digitalizado”, destaca Moulin, que também é professor e especialista em negócios, transformação digital e experiência do cliente.

“Nos primeiros cinco meses, vimos a penetração do varejo em canais digitais avançando o esperado para cinco anos. Por isso, os investimentos em projetos voltados a apoiar as empresas na transformação digital cresceram exponencialmente, buscando capturar esse aumento das transações virtuais, que garantiram a sobrevivência no atual momento”, revela o executivo da TOTVs.

Entre os exemplos de projetos de transformação digital acelerados durante a crise realizados, o executivo destaca o aumento expressivo na demanda por soluções para automatizar processos de RH, incluindo ponto eletrônico com reconhecimento facial.

Ele reforça também que houve um aumento na implantação da integração de canais de vendas tradicionais com digitais, viabilizando novas modalidades de varejo, como clique-e-retira, que fizeram as vendas das lojas físicas resistirem à queda abrupta no fluxo de clientes.

5 pontos fundamentais para transformação digital*

Sponsorb fala sobre a transformação digital

Fernando Moulin, da Sponsorb. Crédito: divulgação

A transformação digital é um próximo passo importante para gerar valor aos negócios. Confira as etapas fundamentais antes de implementá-la.

Defina a proposta de valor para o cliente e público-alvo: avalie como a digitalização pode tornar a empresa mais eficiente.

Prepare a cultura interna: realize uma avaliação antes de implementar a ferramenta.

Priorize iniciativas que irão agregar mais valor: faça um plano de execução que tenha como prioridade ações que trarão mais benefícios ao cliente e ao proprietário do negócio.

Pense em todas as soluções: use como base as dores que a empresa tem e que podem ser resolvidas com as ferramentas digitais.

Alinhe tecnologias com a realidade: leve em consideração que as ferramentas devem ser o meio e não o fim.

*Fonte: Business Partner da Sponsorb, professor e especialista em negócios, transformação digital e experiência do cliente, Fernando Moulin

Fotos: iStock

Leia também

Transformação digital no Brasil é questão de sobrevivência

 

 

Tags

Send this to a friend