Escreva para pesquisar

Futuro dos negócios: operações conectadas e inteligentes

O futuro dos negócios terá operações completamente conectadas e serão cada vez mais inteligentes e eficientes.

Esta é a opinião do CEO da Zebra Technologies, Anders Gustafsson.

Segundo ele, a internet das coisas, a visibilidade de ativos e soluções inteligentes de computação e mobilidade têm se tornado relevantes nos últimos anos e passaram a ser críticos para o crescimento de negócios de todos os setores.

Atualmente, a tecnologia é usada para deixar mais conectadas e de forma inteligente ativos, informações e pessoas em fluxos de trabalho colaborativos, dando aos negócios a capacidade de ver o que está acontecendo, analisar dados e tomar as melhores decisões em tempo real.

Há também um forte interesse em robôs móveis autônomos que se integram aos trabalhadores, unindo o melhor de dois mundos: a capacidade de repetição das máquinas e a sensibilidade do olhar estratégico das pessoas.

“As estratégias de digitalização atualmente buscam ser abrangentes e contemplar, aos poucos, cada área da organização, mantendo todos os ativos e trabalhadores conectados”, explica Gustafsson.

Mais conectadas na tecnologia

conectadas

A tendência já se reflete em pesquisas de mercado.

De acordo com o Índice de Inteligência Empresarial da Zebra, 90% das empresas da América Latina planejam aumentar seus investimentos em IoT e mobilidade e 36% estão implementando soluções de IoT em toda a empresa, em busca de tornar inteligentes e conectados todos os ativos da organização.

Tecnologias conectadas ao varejo e a manufatura

No varejo, por exemplo, as empresas estão investindo para dar conta da expansão da multicanalidade.

Nas lojas, a inversão em tecnologia se traduz em funcionários equipados com computadores móveis e gerentes apoiados por soluções de gestão de tarefas e análise prescritiva para organizar escalas, acompanhar o estoque e tudo mais o que impacte a operação.

Já na manufatura, há um interesse contínuo em automatizar fluxos de trabalho com tecnologias como wearables e robótica.

Ao mesmo tempo, a possibilidade de rastrear cada etapa da operação, desde a chegada dos insumos até o despacho do produto final também ganha cada vez mais importância.

“Os negócios devem evoluir de acordo com as necessidades do mercado e precisam estar sempre um passo à frente quando o assunto é inovação”, reflete Gustafsson.

“É preciso um plano de longo prazo que contemple a adoção de soluções inteligentes em todas as áreas da empresa e garanta uma vantagem competitiva frente aos concorrentes”, conclui.

Foto: iStock

Leia também

Autoatendimento: como aderir a esta solução com sucesso? 

Tags