Escreva para pesquisar

Governo de SP e Sebrae-SP oferecem crédito para empreendedores

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e o Sebrae-SP oferecem diversos serviços digitais do programa Empreenda Rápido, desde opções de crédito com baixas taxas de juros a cursos online de qualificação para melhorar a produtividade das pequenas empresas.

O Empreenda Rápido é voltado para empreendedores informais e formais e conta com seis pilares, como capacitação em gestão (com cursos oferecidos pelo Sebrae-SP); qualificação técnica (com cursos do Centro Paula Souza); orientações para formalização e ferramentas para melhorar a competitividade e dar acesso a mercado e ao crédito com as menores taxas do mercado, através do site http://www.bancodopovo.sp.gov.br.

Empreendedor informal

Para quem está na informalidade, ou buscando uma oportunidade para montar o seu próprio negócio, é possível realizar cursos técnicos, oficinas de finanças e vendas para ajudar na estruturação do negócio.

O empreendedor também terá acesso a informações sobre como se formalizar de forma rápida, centralizada e sem burocracia, além de linhas de crédito feitas sob medida para iniciar suas atividades empresariais.

Empreendedor formal

  • MEI: O Microempreendedor Individual (MEI) que procura melhorar a performance do seu negócio, pode escolher entre as três trilhas que o Empreenda Rápido oferece. Cada uma foi criada especialmente para um momento específico do seu negócio.
  • ME / EPP: As Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) também podem participar do programa, com acesso às capacitações modulares direcionadas aos desafios da empresa, instruções sobre renegociações de dívidas, regularização, licenças, além de condições especiais de acesso ao crédito e financiamento.

Condições especiais

Para auxiliar os empreendedores formais e informais a atravessarem a crise, o Estado e o Sebrae-SP anunciaram empréstimos com condições especiais, sendo R$ 100 milhões do Banco do Povo e R$ 50 milhões do Sebrae-SP.

“Estamos oferecendo este recurso como forma de financiamento para auxiliar todos os empreendedores e empreendedoras paulistas no enfrentamento da pandemia. As medidas de controle de fluxo de circulação de pessoas vêm juntamente com as econômicas”, comentou a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

No Empreenda Rápido, são R$ 15 milhões disponibilizados a juro zero. Além disso, a linha de crédito será de até R$ 15 mil, com até 24 meses para pagamento e carência de um a três meses. O restante do valor da linha, R$ 35 milhões, serão para empréstimos com juros de 0,35% ao mês. Terão acesso ao crédito somente os microempreendedores que concluíram o curso de qualificação no programa Empreenda Rápido, e não possuam restrições cadastrais no CNPJ e CPF.

“Hoje o principal desafio dos empreendedores é manter sua empresa viva e competitiva neste mercado que está exigindo muita dedicação, resiliência e planejamento financeiro”, comenta o diretor-superintendente do Sebrae-SP Wilson Poit. “É nesse momento em que o empreendedor precisa de apoio que o Empreenda Rápido chega para ajudar por meio de capacitações e acesso facilitado e mais barato ao crédito”, destaca.

Foto: Getty Images

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags

Send this to a friend